Calculadora BCB: saiba pra que serve e como utilizar o serviço

A calculadora BCB, do Banco Central, faz vários tipos de cálculos considerando as taxas de juros e correções atualizadas. Saiba como e quando utilizá-la.

Calculadora BCB

Existem muitos sites para orçamentar índices do mercado com base nas taxas de juros e correções atualizadas, como as calculadoras de precatórios ou de financiamento. A calculadora BCB (Banco Central do Brasil) é uma das opções mais procuradas e oferece algumas funções como o cálculo de empréstimos, rendimento da poupança e afins.

A simulação gratuita permite que a pessoa tenha uma calculadora de juros simplificada e que não necessite pagar profissionais para fazer esse trabalho. Por isso, se você precisa consultar taxas e correções de algum serviço, veja como o recurso do Banco Central pode ajudá-lo.

O que é a calculadora BCB?

A calculadora BCB é uma ferramenta gratuita do Banco Central do Brasil que permite às pessoas fazerem cálculos por meio do método de juros compostos.

 
Conhecida também como calculadora do cidadão, ela simula taxas em relação a aplicações com depósitos regulares, financiamento com prestações fixas e valor futuro de capital, além de outros serviços que fazem parte do mercado brasileiro.

Você pode utilizar essa ferramenta pelo seu próprio computador ou celular, acessando o site do Banco do Brasil, ou também fazendo o download do aplicativo via Apple Store ou Play Store. As funções são as mesmas, embora os dispositivos sejam diferentes.

Para que ela serve?

O uso desta calculadora é importante para pessoas que querem simular investimentos ou dívidas, com base nos índices oficiais (que são pleiteados pelo próprio Banco Central). Você pode inserir números reais ou fictícios e fazer uma cotação de quais seriam os juros compostos a serem pagos ou que irão render para uma conta em determinada data.

 
Para pessoas que precisam tomar decisões de médio ou longo prazo, como financiamento de automóveis ou imóveis, o recurso é extremamente importante, já que mostra como ficariam as taxas com o passar do tempo e se realmente vale a pena investir naquele momento.

O grande diferencial é que, por ser oficial do governo, essa ferramenta sempre tem os índices mais atualizados de correção. Em relação aos índices disponíveis, a calculadora BCB disponibiliza as seguintes opções:

  • IPC: variação da média de preços que acontece em bens e serviços
  • IPCA: aumento dos preços em determinado período de tempo
  • IPCA-E: aumento de preços em determinado período, mas diferente do IPCA
  • INPC: negociação de reajustes salariais com base no aumento da inflação em produtos e serviços básicos para viver
  • IGP-DI: correção de dívidas contratuais entre estado e união
  • IPC-SP: aumento de preços em determinado período com base na capital São Paulo

Como a calculadora do cidadão BCB funciona?

Como a calculadora do cidadão BCB funciona

Com os índices de juros e correção atualizadas, a calculadora do cidadão orçamenta alguns serviços importantes para a população. O rendimento da SELIC, para quem gosta de investir capital, por exemplo, pode ser simulado por meio desse recurso do Banco Central e dar uma média de juros acumulados na conta da pessoa.

Outros serviços relacionados a financiamento ou valor futuro de uma aplicação também fazem parte do funcionamento desse sistema. Veja alguns dos cálculos que você pode fazer por meio da calculadora:

Correção de valores é função da calculadora BCB

A correção de valores é uma forma de simular as mudanças que acontecem em relação aos juros compostos e atualização monetária. Eles podem usar diferentes índices, com base no que é calculado, e com as variações que acontecem com o tempo.

Essa atualização ou correção pode ser aplicada na caderneta de poupança, SELIC, CDI, taxa referencial e no índice de preços. Se você quer ter um número exato do seu reajuste salarial, você pode usar o índice INPC.

 

Aplicações com depósitos regulares

Além disso, a calculadora BCB permite, também, que as pessoas façam o cálculo do retorno de juros de aplicações financeiras regulares.

Para pessoas que costumam investir e esperar o retorno sem precedentes, a ferramenta pode acabar com isso e mostrar quanto o seu investimento vai render. Com esse cálculo, torna-se mais fácil estipular se realmente vale a pena colocar uma quantia específica na conta.

 

Calculadora do BCB orça financiamentos com prestações fixas

Calculadora do BCB orça financiamentos com prestações fixas

Para pessoas que vão financiar bens ou serviços durante um período de tempo médio ou longo, é possível saber a quantia de juros que será acrescentada ao valor total e qual a média mensal e anual dessa taxa.

É uma ótima opção para pessoas que querem ter em mente quanto o valor aumenta quando ele é dividido em várias parcelas. Se você quer financiar um carro, por exemplo, terá como calcular quanto o preço muda com as prestações.

Valor futuro de determinado capital

Por fim, para pessoas que querem aplicar um valor único e saber quanto irá render depois de um tempo, a calculadora BCB também permite que você faça esse cálculo (com base nos índices atuais) e tenha uma média da rentabilidade que terá com o investimento.

É importante destacar que esse rendimento pode variar de acordo com o índice atualizado para cada época.

Conclusão

Portanto, a calculadora BCB é uma ferramenta muito útil para os cidadãos. Por ser gratuita, o seu uso é democrático e permite que qualquer pessoa tenha acesso a um serviço de atualização ou correção de juros compostos.

Existem outros cálculos mais específicos que são importantes para as algumas pessoas, como citamos do precatório, mas que infelizmente o Banco Central ainda não disponibiliza. Nesses casos, é necessário buscar outras fontes.