Como abrir uma gráfica de pequeno porte

Como abrir uma gráfica de pequeno porte?

Está pensando em abrir uma gráfica? Sim? Então, prepare-se para ganhar muito dinheiro. É verdade que montar uma gráfica, assim como qualquer empreendimento em outras áreas, tem seus riscos.

Porém, na grande maioria das vezes, os empreendedores que conseguem se estabelecer no mundo das impressões digitais fazem sucesso e são muito bem recompensados.

Dentre os motivos mais atraentes deste segmento é que, hoje em dia, o empreendedor não precisa de altos investimentos para abrir uma gráfica. Os custos são relativamente baixos, ao contrário dos ganhos, os quais podem ser bem altos.

Isso gera grande interesse de muitos empreendedores por esse segmento – ou, pelo menos, provoca curiosidade no momento em que estão decidindo qual área desejam abrir o próprio negócio. No entanto, logo no início dessa jornada, eles se deparam com algumas questões importantes.

A maioria das pessoas que querem montar uma gráfica têm dificuldades em criar um ponto de partida porque não sabem como de fato o que fazer para iniciar o negócio. 

As perguntas mais frequentes costumam ser: montar uma gráfica dá dinheiro? Quais equipamentos preciso comprar para começar? Quais serviços e produtos posso oferecer?

Se você está passando por esse momento, está no conteúdo certo! Inclusive, vamos te contar um segredo para gerar mais vontade de continuar lendo: as gráficas que têm sucesso hoje em dia também já passaram pela mesma dificuldade no começo. Afinal, é um segmento técnico que exige alguns conhecimentos específicos. 

Para ajudar, responderemos essas e outras questões para que você não precise passar por tantas dificuldades.

A seguir, confira como montar uma gráfica, quais equipamentos comprar, quais serviços oferecer e por onde começar!

Como montar uma gráfica de sucesso?

Antes de qualquer coisa, é preciso definir o que pretende vender em sua gráfica.

Para saber qual o melhor produto que pode ser oferecido, o empreendedor deve pesquisar sobre as máquinas necessárias, espaço, identificar o público-alvo e outros detalhes importantes. 

Os produtos mais conhecidos neste segmento são: impressão de fotografias, reprodução de FineArt, livros sob demanda, impressão de documentos, mala direta promocional, transpromo, impressão digital de embalagens e convites personalizados.

Além desses, também é possível encontrar gráficas especializadas em fotoprodutos, flyers, cadernos, agendas, canecas e copos personalizados, camisetas personalizadas, panfletos, cartões de visitas, faixas comerciais, banners, cardápios, convites de festas e muito mais.

Um dos motivos para o sucesso das gráficas é exatamente esse, a versatilidade de produtos amplia as possibilidades do empreendedor. Por isso, uma gráfica pode ser uma máquina de fazer dinheiro.

Para isso, é claro, você precisa prestar atenção em diversos aspectos. E é neste ponto que vem uma das dicas mais importantes para abrir uma gráfica: se aprofunde no assunto.

Leia, estude, converse com profissionais da área, veja vídeos, fornecedores e tenha acesso a todo tipo de material que aumente o seu conhecimento na área. Essa é a chave para o sucesso, principalmente se você não tem experiência na área.

Somente assim o empreendedor entenderá tudo que precisa fazer, qual o melhor caminho seguir e outros dados importantes para estruturar uma gráfica da melhor forma. Isto é, os seus estudos estão só começando!

Com essas informações em mãos, é hora de iniciar um plano de negócio, documento que tem todos os dados importantes sobre a empresa. Como será vendido, localização, público-alvo, dores do mercado, diferenciais e muito mais. 

Com tudo isso definido, organizado e planejado, vamos ao próximo passo – um dos mais importantes nesse momento. Saiba quais os equipamentos fundamentais no início!

Máquinas necessárias para abrir uma gráfica

Quais equipamentos comprar? Depende de quais produtos e serviços a sua gráfica vai oferecer. Se for estampar alguns itens e personalizá-los, as impressoras sublimáticas são as mais indicadas. Nestes casos, será preciso de tintas sublimáticas Epson e papéis para sublimação.

Se for imprimir fotografias e produtos desse tipo, as impressoras de prova de cor são as mais adequadas. Há máquinas para comunicação visual e outros diversos tipos de itens.

Em geral, os equipamentos iniciais necessários para montar uma gráfica são: impressora – independentemente do modelo -,  guilhotina, plastificador, vincadeira e perfuradora. 

O melhor é entrar em contato com profissionais da área  e até mesmo representantes de lojas especializadas em impressoras de impressão digital. Isso porque a escolha de qual usar depende do tipo de serviço, qual a demanda da gráfica e outros detalhes.

Lembre-se: essa dica dos equipamentos é crucial para abrir uma gráfica, pois são eles que vão realizar seus trabalhos. 

Procure fornecedores de qualidade!

Os recursos da marca Epson são super recomendados por especialistas, dado que a marca é líder mundial em tecnologias para impressões digitais.

A marca conta com alternativas rápidas, com alta produtividade e preço justo. Vale a pena conferir seu catálogo. Vale reforçar de novo: o melhor é entrar em contato com profissionais especializados e pegar algumas dicas. 

Invista bastante tempo na procura dos equipamentos ideais. Essa é uma dica de ouro!