Segurança cibernética, o que é e qual é a sua importância

Você sabe o que é segurança cibernética? Este é o nome dado à proteção de sistemas conectados à Internet, tais como hardware, software e dados contra ameaças cibernéticas.

É através dela que empresas e indivíduos se protegem contra o acesso não autorizado a bases de dados e outros sistemas computadorizados.

Uma excelente estratégia de cibersegurança pode proporcionar uma boa postura de segurança contra ataques maliciosos destinados a acessar, alterar, apagar, destruir ou extorquir os sistemas e dados sensíveis de uma organização ou usuário.

A segurança cibernética é importante na prevenção de ataques que visam desabilitar ou interromper as operações de um sistema ou dispositivo.

Como o mundo está mais dependente da tecnologia

Olhe ao seu redor agora e você verá que a vida diária está mais dependente da tecnologia do que nunca.

Os benefícios desta tendência vão desde o acesso quase instantâneo à informação na Internet até as modernas conveniências proporcionadas pela tecnologia e conceitos de automação doméstica inteligente, como a Internet das Coisas e Inteligência Artificial.

Com tantos benefícios vindo da tecnologia, pode ser difícil acreditar que ameaças potenciais se escondem por trás de cada dispositivo e plataforma.

Mas apesar da percepção da sociedade sobre os avanços modernos, as ameaças de cibersegurança apresentadas pela tecnologia são um perigo real.

À medida que a cibersegurança cresce em importância, precisamos saber o que é essencial e o que aprender sobre ela.

Por que a segurança cibernética é importante?

Com um número crescente de usuários, dispositivos e programas na empresa moderna, combinado com a crescente avalanche de dados – muitos deles sensíveis ou confidenciais – a importância da segurança cibernética continua a crescer.

Os ataques cibernéticos estão se tornando mais sofisticados e difíceis de detectar, o que os torna mais difíceis de combater.

Vamos conhecer agora as principais ameaças de segurança cibernética.

Tipos de ameaças cibernéticas

O crime de informática pode ser definido como qualquer atividade não autorizada envolvendo um computador, dispositivo ou rede.

Aqui está uma lista de ameaças cibernéticas comuns:

Ciber-terrorismo

Esta ameaça é um ataque de base política aos computadores e à Tecnologia da Informação para causar danos e criar uma perturbação social generalizada.

Podemos citar o recente ataque ao aplicativo ConecteSus do Ministério da Saúde.

Programas Maliciosos

Esta ameaça abrange ransomware, spyware, vírus e worms.

Ele pode instalar software prejudicial ao seu computador, bloquear o acesso aos recursos, interromper o sistema, ou secretamente transmitir informações a partir de seu armazenamento de dados.

Cavalos de tróia

Este ataque faz os usuários pensarem que estão abrindo um arquivo aparentemente inofensivo. 

Em vez disso, uma vez que o trojan foi corretamente instalado, ele ataca o sistema, normalmente estabelecendo brecha de segurança que permite o acesso de cibercriminosos.

Rede de ataque de bots

Estes ataques envolvem ciberataques em larga escala, que são conduzidos por dispositivos controlados remotamente. Este controle vem, normalmente, de algum arquivo infectado e que dá acesso à máquina por um criminoso.

Pense nisso como uma série de computadores controlados por um criminoso cibernético, coordenando os ataques ao mesmo tempo.

Adware

Esta ameaça é uma forma de malware, onde se exibe anúncios sem autorização na máquina do usuário. 

Há alguns adwares que coletam informações sobre o comportamento do usuário, e é vendido clandestinamente.

Ataques de phishing

Hackers usam comunicações falsas, especialmente e-mail, para enganar o destinatário para abri-lo e seguir instruções que normalmente pedem informações pessoais.

Alguns ataques de phishing também podem instalar malware, ou até mesmo exigir transações bancárias.

Ataque Man in the middle

Ataques deste tipo envolve hackers se inserindo em uma transação online de duas pessoas.

Com a conexão estabelecida, hackers podem filtrar e roubar os dados desejados. Ataques acontecem muitas vezes em redes Wi-Fi públicas não seguras.

Negação de Serviço (DDoS)

DDoS é um ataque cibernético que inunda uma rede ou computador com uma quantidade esmagadora de processos, com o objetivo de sobrecarregar o sistema e tornando-o incapaz de responder aos pedidos de usuários reais.

Através deste ataque, sistemas podem sair do ar por falta de recurso no servidor.

Conclusão

De modo resumido, podemos definir segurança cibernética como métodos, tecnologias e processos coletivos para ajudar a proteger a confidencialidade, integridade e disponibilidade de sistemas de computador, redes e dados contra ataques cibernéticos ou acesso não autorizado.

A segurança é o principal objetivo da segurança cibernética, pois visa proteger todos os ativos organizacionais contra ameaças externas e internas.

Os especialistas em cibersegurança identificam cada vez mais novas ameaças e as melhores maneiras de evitá-las. Eles podem ajudar as empresas a identificar ameaças potenciais e proteger dados valiosos.

Segurança cibernética