O novo formato dos jogos e a geração atual dos consoles: ainda é uma boa adquirir um PlayStation 4 neste cenário?

Mesmo com tantas mudanças no mercado de entretenimento virtual, os consoles de jogos digitais ainda estão entre os equipamentos mais requisitados atualmente. Competindo diretamente com os desktops do nicho, eles continuam presentes nas estantes e oferecem tecnologia de ponta, sem distrações e com hardware dedicado.

A Sony é uma das maiores empresas neste mercado, lançando aparelhos com inúmeras funcionalidades, recursos de imersão e retrocompatibilidade com os jogos clássicos das maiores produtoras. 

Após o lançamento de 4 gerações anteriores de consoles, a marca ultrapassou os aparelhos da Microsoft (famosos Xboxes) com o seu novo PlayStation 5, dispondo de processamento de alta capacidade, armazenamento ágil e um design futurista.

Criamos este pequeno artigo para avaliar se ainda vale a pena obter o PlayStation 4, considerando sobretudo as suas vantagens com relação aos games da nova geração de PlayStation.

Por que o PS5 faz parte da “nova geração”?

Que o PlayStation 5 é o novo lançamento da Sony, todos já devem saber, mas o motivo que o faz adentrar a nova geração de consoles tem mais relação com a sua retrocompatibilidade com os games antigos, que com a própria data de lançamento. 

Parecido com o Xbox One S All-Digital Edition, um das versões do PS5 já foi desenvolvida, unicamente, com a categoria de jogos totalmente digitais (sem a necessidade de mídia física), diretamente na loja online da Sony. Este recurso diminui os custos de fabricação e insere os consoles no mundo da conexão em tempo real.

É bem verdade que o exemplar da Microsoft não fez tanto sucesso quanto outros modelos, mas acredite: esta deve ser a principal característica da nova geração destes aparelhos.

Para não perder mercado hoje, a Sony também lançou o PS5 na versão com o leitor Blu Ray, que garante que os seus discos físicos do PS4 poderão ser utilizados no seu sucessor (mas não acredite que as próximas versões de PlayStation ainda contarão com este recurso para mídias físicas).

  • A retrocompatibilidade com os games antigos

A Sony já anunciou que os principais jogos (ou quase todos) que fizeram sucesso nas versões anteriores de PlayStation — incluindo o PS4, serão compatíveis com os games aceitos no PS5. O problema é que nem todos os jogos rodarão no console atual.

Além de uma série de regras impostas pela Sony para ter alguns jogos funcionando no console atual, alguns deles nunca serão compatíveis. A intenção da marca é trabalhar em hardwares mais modernos para as novas franquias, oferecendo imersão de ponta ao invés de se preocupar em “adaptar” o aparelho para os jogos antigos.

Por enquanto, a tag “Compatível com PS4 apenas” seguirá causando desconfortos na loja de games da fabricante.

  • A parte “boa” dos modernos PlayStations 5

A compatibilidade regressiva também não foi tão ruim com alguns games não aceitos; mas foi ainda melhor com os jogos compatíveis: algumas franquias de jogos, já esperando este problema, decidiram investir em games ultra-modernos, que aproveitam o máximo que o PS5 pode oferecer aos usuários. 

Jogos como o Call of Duty: Vanguard,  Destiny 2, Marvel ‘s Spider-Man e Resident Evil Village já estão totalmente disponíveis na PlayStation Store do PS5, prontos para serem experimentados nos novos VR’s e gráficos surpreendentes do aparelho.

Como será a experiência real de jogos com retrocompatibilidade no novo aparelho?

Antes de qualquer comparação, é importante observar que muitos jogos não contarão com a mesma experiência de funcionamento do PS5, o que pode impactar na sua escolha pelo console ideal para você. Por hora, falaremos um pouco mais sobre o que a própria Sony divulgou sobre a compatibilidade regressiva.

  • Os jogos deverão ficar bem melhores no PlayStation 5

De fato, faria pouco sentido adquirir um novo aparelho e ter a mesma experiência do antigo. E foi isso que a Sony entendeu. A começar por seu hardware bem mais potente, os jogos deverão carregar bem mais rápido que no PS4, incluindo maior fidelidade gráfica na tela e novidades de UX (User Experience) no desempenho geral.

O novo Game Boost também se fará presente nos jogos “antigos”, com frames mais “limpos” e estáveis e taxas de atualização bem maiores (conforme descrito no próprio site da Sony).

Mas como já dissemos, estas características podem não ser percebidas em alguns momentos!

  • Bugs também virão no pacote!

Para não deixar que você descubra isso sozinho(a), a Sony já informou que alguns jogos podem conter erros ao serem rodados no PS5. Apesar de não deixar muito claro, travamentos e recursos indisponíveis, dependendo do jogo, serão certamente enfrentados em alguns momentos.

Desconfortos como a rejeição da PS5 Câmera no VR do PS4, alto custo dos gadgets vendidos separadamente e dependência dos acessórios do PS4 para jogos retrocompatíveis no PS5 também são pontos bem negativos. Na prática, quando o jogo for para PS4, mesmo rodando no PS5, todos os acessórios deverão ser do modelo anterior. 

Alguns adaptadores já podem ser adquiridos no mercado para contornar este “problema”.

Considerando estes quesitos, ainda vale a pena adquirir o PS4 atualmente?

O PlayStation 4 ainda é fabricado normalmente pela Sony, e o seu preço está bem mais acessível que o PS5. Esta divergência deve continuar aumentando com o passar do tempo. 

Considerando que o PS4 ainda tem total suporte, e compatibilidade com os melhores jogos, ele ainda é bem interessante para quem não quer investir tanto em uma experiência Premium da Sony. Por outro lado, o PS5 é a recomendação para quem utilizará profissionalmente o aparelho, sobretudo para produção de streamings e imersão virtual. 

Conclusão

Os consoles de jogos estão entre os dispositivos que mais evoluem com o passar dos anos. A Sony compreendeu isto quando lançou o seu novo aparelho. Recursos como a compatibilidade regressiva e gráficos surpreendentes fazem do PS5 o melhor console da marca. Avalie se o seu uso fará jus a esta tecnologia e opte pelo melhor custo benefício na hora de adquirir o seu aparelho.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência, você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLeia mais