Por que a limpeza do ar-condicionado é importante para a saúde

Por que a limpeza do ar-condicionado é importante para a saúde?

Acúmulo de poluentes e microrganismos pode causar doenças respiratórias

Ele está presente em praticamente todos os escritórios e escolas, no metrô e dentro dos ônibus. Quem já tinha um em casa ou investiu na compra para o home office, precisa estar atento à manutenção do ar-condicionado, para evitar que ele seja um possível aliado na transmissão de vírus.    

Com diferentes tamanhos e tipos, o ar-condicionado foi um dos itens mais comprados nos últimos anos, ajudando grande parte dos brasileiros a suportar as altas temperaturas do verão, inclusive à noite.

Seja em casa ou no trabalho — que acabaram virando o mesmo lugar —, o ar-condicionado precisa de cuidados frequentes, para que ele seja um alívio para o calor, e não motivo de visitas ao hospital.

Por que limpar o ar-condicionado?

Muita gente só se preocupa com a limpeza do ar-condicionado quando ele ameaça pesar no bolso. Além de aumentar a vida útil do aparelho, a limpeza frequente garante que você fique mais protegido de alergias e infecções por bactérias, fungos e vírus transmitidos pelas vias respiratórias.

É importante ressaltar que, no caso de infecção por vírus em ambientes climatizados, o vilão não é o ar-condicionado em si, e sim as condições do ambiente em que está instalado.

Isso também depende do modelo do aparelho. Um ar-condicionado sem sistema de renovação de ar possui muito mais chances de espalhar um agente contaminante do que um que possua esse sistema.

Quanto mais pessoas em um ambiente, maior a necessidade de que o ar circule rapidamente, e que seja filtrado da forma correta.

Como fazer a limpeza do ar-condicionado?

Fazer a manutenção e limpeza do ar-condicionado não é algo complicado, mas em alguns casos é necessário que elas sejam feitas por um profissional licenciado, seguindo as orientações do fabricante.

A forma de limpar varia de acordo com o tempo, que pode seguir um calendário específico.

Limpeza manual semanal

É a limpeza que pode ser feita por você mesmo em casa. Basta desligar o aparelho da tomada, retirar a tampa (varia de acordo com o modelo), e remover a sujeira com um pano úmido, e se preferir, com um pouco de álcool em gel.

O filtro merece um pouco mais de cuidado: deve ser retirado, limpo com um pano seco, para remover o excesso de poeira, e em seguida lavado com detergente neutro e água morna. Espere secar completamente antes de inseri-lo novamente no aparelho.

Limpeza completa mensal

Esse tipo de limpeza é indicado para empresas e locais com grande circulação de pessoas. Pode ser feito apenas por um profissional adequado, pois ele trocará e limpará todas as peças do aparelho, uma a uma.

Limpeza profissional anual

Indicada tanto para empresas quanto para residências, a limpeza anual é bem mais completa e também deve ser feita por um profissional. Além de analisar a necessidade de troca de peças, ele fará a manutenção de todas as trocas de ar, incluindo mangueiras e conexões externas.

Riscos de não fazer a limpeza do ar-condicionado com frequência

Muitas pessoas só tomam atitudes quando se veem obrigadas a mexer no bolso, e o ar-condicionado pode pesar bastante no seu orçamento se deixado de lado.

Além de provocar vazamentos, que podem estragar seu piso e sua parede, o ar-condicionado sujo pode causar problemas elétricos e riscos de incêndio.

Em casos menos graves, ele pode simplesmente parar de funcionar, sendo necessário repor com um aparelho totalmente novo. E no fim das contas, a saúde também pode pesar no orçamento.

A falta de limpeza e manutenção adequadas do ar-condicionado pode resultar em diversos tipos de alergias; agravamento de doenças como rinite, bronquite e asma, além de vírus.

Na dúvida, inclua a limpeza do seu aparelho na rotina de faxina na casa e contrate um profissional uma vez por ano para fazer um check up completo no seu ar-condicionado.