Quais São os Principais Riscos Empresariais?

Estar sempre atento e prevenido contra qualquer problema que possa ocorrer diariamente é muito importante. Por esse fato, inúmeras empresas de grande porte realizam atividades para analisar o risco empresarial.

Principais Riscos Empresariais

A análise do risco empresarial é essencial a ser adotada pelos gestores de uma empresa, para que possam enxergar riscos e prevenir imprevistos.

Na atividade dessa análise é levantado todos os riscos que podem futuramente acontecer com uma empresa, dessa forma, caso esse "imprevisto" aconteça, os gestores da empresa já estarão preparados para lidarem com a situação, tentando minimizar o impacto que esse problema pode causar.

A saúde do negócio em relação às finanças podem ser afetadas por riscos que não tenham sido bem mensurados. A falência de uma empresa e o encerramento de suas atividades podem ocorrer em casos extremos.

Para evitar futuros problemas para a empresa ou problemas com funcionários, tal análise é de extrema importância, tendo em vista os atuais problemas financeiro e político do país. Erros são comuns para a empresa, mas o futuro impacto será menor caso estejam preparados.

A empresa pode estar presente a inúmeros riscos, por isso vale ressaltar novamente a importância de atividades referentes à análise de riscos empresarial. Os riscos a serem analisados são inúmeros e podemos verificá-los abaixo:

Riscos Empresariais Fiscais


Os riscos fiscais, assim como os impostos e declarações oficiais fazem parte das obrigações legais de uma empresa. Caso a entrega desses documentos for feita fora do prazo, ou com a documentação errada, o responsável pela empresa será multado, além do fato de que sua corporação poderá ser acusada de sonegação, podendo ele ser preso por 2 a 5 anos.

Para que sua empresa sempre possa estar crescendo em suas atividades internas e externas, é de extrema importância que as declarações legais sejam mantidas em bons estados.

Riscos Operacionais


Tanto as falhas ocorridas nas atividades internas e externas, como as falhas do sistema e dos empregados podem ser consideradas como riscos operacionais. A empresa é constituída pelos itens que foram citados, portanto, qualquer um deles pode causar uma crise para a empresa.

Riscos Regulatórios


As falhas relacionadas a irregularidades da empresa devem ser vistas e analisadas pelo "risco regulatório". Segundo Renata Bertele, para empresários que tenham atuação nos setores junto de agentes reguladores, mudanças ocorridas com o regulamento da empresa podem ocasionar inseguranças jurídicas.

No processo de admissão de um funcionário a empresa deve obrigatoriamente obedecer às normas estabelecidas pela CLT, para não correr risco de receber uma multa.

Riscos Estratégicos


Assim como observado e estudado na análise SWOT, estar atento a atividades prejudiciais no processo para a empresa alcançar seus objetivos faz parte dos riscos estratégicos.

Riscos Financeiros


A ideia de crescimento que se pode ter de uma empresa está totalmente relacionada a sua gestão financeira. Empresas de grande porte necessitam de uma gestão financeira que possua mais qualidade que uma empresa de porte menor;

A função da gestão é sempre fazer a empresa ter mais lucros do que gastos, portanto para isso é necessário um monitoramento de alta qualidade e complexidade.

Os prazos para reajustes e os pagamento dos colaboradores devem ser realizados nas datas corretas para que o gestor da empresa evite riscos financeiros. O gestor sempre deve estar por dentro de cada centavo de dinheiro que entre e saia da conta da empresa.

Riscos Cibernéticos


Os gestores das empresas sempre devem estar atentos aos riscos cibernéticos. A internet não é um lugar de total confiança, e caso não saiba utilizar os computadores da empresa onde são arquivados declarações, senhas e vários outros documentos, o contato com um vírus pode causar problemas.

Caso uma empresa não consiga evitar ataques cibernéticos, uma futura crise pode ocorrer. Portanto, é importante não subestimar ataques cibernéticos.

Riscos no Ambiente de Trabalho


O ambiente de trabalho da empresa sempre deve estar seguro de acordo com a lei, para isso os empregados nunca devem passar por acidentes de trabalho e também nunca apresentarem doenças ocupacionais ocasionadas por conta das atividades realizadas na empresa;

Portanto, a fiscalização de EPIs, manutenção de máquinas, treinamentos para casos de incêndios, limpeza do local etc, são atividades essenciais que as empresas devem realizar para manter a proteção de seus empregados.
Postagem Anterior Próxima Postagem