Como escolher os modos de lavagem da máquina de lavar roupas?

Uso correto do aparelho melhora sua eficácia.      

Muitos usuários de primeira viagem da máquina de lavar podem ficar confusos a respeito dos modos de lavagem do equipamento.

Afinal, se para alguns já é bastante complicado não misturar as cores das roupas, descobrir como não danificar o tecido e aumentar sua durabilidade é quase uma missão impossível.

A primeira dica é sempre respeitar as instruções na etiqueta das peças que você adquire. Elas sempre contêm em desenho o modo de lavar, secar, passar e até se deve ou não alvejar.

No caso da primeira opção, trata-se da ilustração do balde. Por exemplo: se na figura o mesmo apresentar-se apenas com água, significa que pode ser lavada à mão ou na máquina em um ciclo comum.

O mesmo desenho, se vazio, quer dizer que a limpeza deve ser feita necessariamente de modo manual.

Já na hipótese deste mesmo balde conter um número, ele está informando a temperatura máxima em que ela pode ser lavada.

Um risco na gravura tem o sentido de centrifugação de forma lenta ou delicada, mas se possível evitada. Dois traços indicam que a peça deve ser lavada no modo suave e que muito provavelmente não aguenta a centrifugação.

Outras legendas mais incomuns são facilmente encontradas na internet.

Ciclos e programas de lavagem

As máquinas de lavar modernas contêm três ciclos de funcionamento: lavar, enxaguar e centrifugar. Em um ciclo completo de execução, as roupas são lavadas com sabão e amaciante para, em seguida, serem enxaguadas com água.

Posteriormente, na última etapa, devem passar pelo processo de centrifugação. Porém, você pode escolher qual das funções usar.

Além dessas funções básicas, a maioria dos eletrodomésticos vem com programas para cada tipo de vestuário e tecido, com a finalidade de facilitar cada vez mais a rotina diária de seus usuários. Confira alguns exemplos:

Delicadas

Esse ciclo, como o próprio nome indica, serve para peças mais sensíveis: íntimas, de seda, linho, lã, algodão, bordadas, lençóis finos e com aplique.

Todos esses itens podem facilmente se romper durante a centrifugação ou em contato com a água quente.

Pesadas ou superpesadas

Essa programação é voltada para uma indumentária com tecidos mais resistentes à ação da máquina e com mais volume.

A exemplo, podemos citar o edredom, tapetes, alguns modelos de cortinas e até alguns cobertores específicos. Vale lembrar que sempre é bom checar o limite de peso do seu eletrodoméstico.

Normal ou dia-a-dia

Deve ser utilizado para as roupas que não façam parte de nenhum dos casos acima. Em geral, representa a maioria do vestuário a ser lavado, pois engloba as peças mais utilizadas do dia a dia, tais como as camisetas.

Cama e banho

Essa configuração presente em algumas máquinas é voltada para itens como toalhas, tapetes de banheiro, roupões, fronhas, alguns tipos de lençóis, colchas e pantufas.

Lavagem rápida

Esse ciclo é perfeito para quem tem o tempo contado ou está com pressa, sendo uma das mais utilizadas no dia-a-dia.

No modo rápido, a carga deve ser pequena e a lavagem é realizada em menos de uma hora, com alguns modelos fazendo em no máximo trinta minutos. Nessa função, a temperatura da água será sempre baixa.

Tira-manchas

Na configuração tira-manchas o foco é remover aquelas marcas mais profundas, excluindo a necessidade de esfregar a peça.

Para tanto, a água usada acaba ficando em temperaturas mornas ou quentes, por isso cheque se a peça em questão suporta a ação ou é muito sensível.

Adiar lavagem ou adiar fim

Esse modo permite que você escolha um horário, nas 24 horas seguintes, para que a máquina de lavar finalize a lavagem.

Com isso, é possível deixar para períodos mais convenientes tarefas como colocar a roupa no varal ou até mesmo colocar depois na secadora. Uma dica é programar o aparelho para que tudo esteja pronto quando você acordar.

Como escolher os modos de lavagem da máquina de lavar roupas