Qual modelo de smartphone da Xiaomi escolher?

A Xiaomi chegou com tudo no mercado de smartphones e seus modelos já são comparados com os das tradicionais Apple e Samsung.
Qual modelo de smartphone da Xiaomi escolher

A marca chinesa Xiaomi entrou no mercado de celulares como uma bomba. Prometendo bons celulares por preços acessíveis, os aparelhos da Xiaomi podem ser comparados com os das gigantes do mercado, como a Samsung, a Motorola e até mesmo a Apple.

Porém, muitos têm dúvida sobre qual o melhor smartphone da Xiaomi para comprar atualmente, pois, assim como ocorre com todas as marcas, alguns celulares podem não ser os mais atualizados ou deixarem a desejar na durabilidade.

Sabemos que conhecer o vasto catálogo da Xiaomi no Brasil pode ser uma tarefa difícil, portanto, separamos uma lista com os modelos com melhor custo-benefício da marca para se adquirir agora.

Xiaomi Mi 11

O Mi 11 é um dos lançamentos mais recentes da marca e, hoje em dia, pode ser considerado um top de linha.

Seu design é elegante; a câmera é tripla, chegando a 100 megapixels; sua tela possui alta sensibilidade ao toque; e ele tem processador Snapdragon 888 aliado à memória RAM de 8 GB, que permite o uso de vários aplicativos pesados sem travamento. Um grande diferencial é a rapidez no carregamento, que demora 45 minutos para que sua bateria saia do 0% e atinja os 100%.

Temos que lembrar que esse é um celular topo de linha, lançado para se equiparar com o iPhone 12 da Apple e com o Samsung Galaxy S21. Portanto, esse celular, principalmente quando comparado com outros modelos da marca, não possui um preço tão amigável.

Xiaomi Mi 10T

Para quem busca um celular premium por um valor mais acessível do que o do modelo Mi 11, o Xiaomi Mi 10T é uma ótima solução.

Também possui câmera tripla, chegando a 64 megapixels, processador Snapdragon 865 e 6 GB de RAM, que é mais do que o suficiente para o uso de aplicativos pesados sem travamento e tela com resolução Full HD.

Por já ter se passado um tempo desde o lançamento desse modelo, o preço é muito mais acessível do que o Mi 11, mas suas configurações não ficam tão atrás e não serão consideradas obsoletas por muito tempo. Um bom exemplo disso é que esse modelo suporta o 5G, tecnologia que ainda não está disponível em território brasileiro.

Redmi Note 10

A versão Pro desse modelo ainda não está disponível no Brasil, já que está entre os lançamentos mais recentes da marca. Apesar do Redmi ser a linha intermediária da Xiaomi, o Redmi Note 10 Pro é comparado com os topo de linha e não deixa a desejar.

Seu processador é o Snapdragon 678G, a memória RAM é de 4 GB e sua câmera é quadrupla, podendo chegar a 48 megapixels em seu sensor principal.

O principal diferencial do Redmi Note 10 é seu custo-benefício. A linha Redmi não conquistou sua posição na lista de smartphones mais vendidos no Brasil à toa, as configurações, muitas vezes, são superiores às dos modelos intermediários das marcas concorrentes e o preço é extremamente acessível.

Redmi Note 9 Pro

Ainda na linha dos intermediários, temos o Redmi Note 9 Pro, o mais recente lançamento da linha Redmi Note 9.

O processador é o Snapdragon 720G e sua memória RAM teve uma leve melhora em relação ao modelo Note 9, passando para 6 GB. A câmera quádrupla pode chegar a 64 megapixels em seu sensor principal.

Com essas configurações, podemos dizer que o Redmi Note 9 Pro não fica atrás dos topo de linha da marca, porém o valor investido nesse modelo pode ser um pouco mais alto do que o de seu concorrente intermediário, o Redmi Note 10.

Redmi 9C

Por fim, trazemos uma ótima opção para você, que quer pagar barato e faz um uso mais básico do aparelho.

O Redmi 9C traz uma memória RAM de 3 GB, acima das memórias RAM dos modelos da linha de entrada das concorrentes, que param em 2 GB, e o processador MediaTek Helio G35. Sua câmera possui 13 megapixels em seu sensor principal, suficiente para o uso mais básico da câmera.

O principal diferencial desse modelo, como já foi dito, está em seu preço, que, surpreendentemente, não ultrapassa os R$ 1.000.