Tipos de sutiã ideais para quem busca sustentação

Tipos de sutiã ideais para quem busca sustentação

Entenda as diferenças entre cada peça e escolha a melhor para a sua necessidade.

Relatos dizem que, desde a antiguidade, as mulheres usavam algum tipo de acessório para sustentar os seios. O sutiã parecido com o que conhecemos hoje só surgiu em 1898, quando a francesa Herminie Cadolle separou os espartilhos em duas partes. 

A peça moderna foi patenteada em 1914 pela americana Mary Phelps e, felizmente, de lá para cá, não pára de evoluir, com acessórios cada vez mais bonitos, sensuais, confortáveis e com boa sustentação. Assim, independentemente do modelo, a base é muito importante, pois faz a maior parte do trabalho.

A variedade é ótima, pois garante que você encontre um sutiã que seja perfeito para você, mas também faz com que muitas mulheres acabem ficando perdidas na hora de escolher. A verdade é que cada tipo de sutiã se adapta melhor a determinadas ocasiões, tipos de corpo ou peças de roupas.

Para fazer boas escolhas, é importante entender as suas necessidades e também o que dizem as especificações de cada produto. Para te ajudar, fizemos uma lista com os principais modelos de sustentação do mercado. Não se esqueça de prestar atenção nas medidas, para não comprar um modelo grande ou pequeno demais.

Com bojo

Os modelos com bojo se popularizaram em todo o mundo porque essa estrutura costuma ser bem eficiente para modelar e segurar, o que é muito importante para o conforto de quem tem os seios grandes. 

Alguns modelos assim também podem ajudar a dar impressão de que os seios são maiores, o que faz com que essa peça também seja muito utilizada por mulheres com o peito pequeno, ou seja, serve para todos os biotipos.

No entanto, algumas mulheres se incomodam com o aro do bojo, que precisa ser feito em um material mais rígido. Algumas marcas garantem que seus modelos são confortáveis mesmo assim, mas, para quem não se adapta, há outras boas opções.

De alta cobertura

Esses modelos têm laterais e alças mais largas, que garantem maior aderência, firmeza e sustentação, mesmo quando não possuem bojo. Mulheres com seios maiores costumam se dar muito bem com esses modelos, que também podem garantir a elas mais conforto e segurança.

Top

O top não costuma ter aro ou fecho nas costas, o que faz com que seja um dos modelos mais confortáveis do mercado, perfeitos para o dia a dia ou para a prática de esportes. Também há opções de modelos com renda que, além de básicos, são sexy.

A sustentação nesses modelos vem do fato de a peça ficar bem ajustada ao corpo, o que pode fazer com que mulheres com os seios maiores não se adaptem tão bem a essa peça.

Tomara que caia

Existem vários modelos de sutiã tomara que caia, ou seja, sem alças, perfeitos para usar com vestidos e blusas de alcinha. Alguns modelos têm bojo, mas outros garantem a sustentação apenas por meio de elásticos reforçados e tecidos com mais estrutura.

Tradicionalmente, o tomara que caia funciona melhor para mulheres com pouco busto, uma vez que a ausência das alças faz falta para sustentar o peso de seios maiores. No entanto, alguns modelos com bojo garantem que dão conta do recado.

Push up

Esse é um tipo de sutiã com bojo interno e distância menor entre as taças, indicado para quem quer modelar e levantar os seios, como bem sugere o nome. Quem tem os seios grandes, deve preferir aqueles com laterais mais largas, que garantem a sustentação.

Nadador

O sutiã nadador tem alças que formam um X ou Y nas costas, perfeitos para blusas com esse tipo de decote. A maioria das opções tem bojo, para proporcionar uma melhor sustentação. Alguns modelos têm o fechamento na frente, o que também ajuda a modelar melhor os seios.