Marcas criativas, conheça as 7 que se destacam e inspire-se!

As marcas criativas estabelecem uma intensa conexão com os seus consumidores. Seja por meio de propagandas, postagens em redes sociais ou embalagens personalizadas, elas se tornam memoráveis e até marcam história entre quem adquire os produtos. 

E o que define a força dessa marca é como o seu trabalho se apresenta na sociedade. Porque muitas vezes basta a identificação para que o consumidor entenda a existência da marca, mesmo que ele necessariamente não saiba o que ela faz. 

A criatividade permite que essa conexão e engajamento sejam muito mais fortes. E sair da zona de conforto e pensar fora da caixinha gera bons resultados para as marcas que se permitem essa ação. 

E você sabia que ser uma marca criativa é importante e faz todo o diferencial para a empresa?

Para explicar melhor, separamos uma lista de sete marcas criativas para servir como fonte de inspiração, independente da área em que pretende atuar. Confira!

O que são marcas criativas?

Antes de abordar sobre as marcas criativas, é preciso entender do que se trata esse conceito. 

As marcas criativas são aquelas que conseguem manter uma relação com o consumidor de maneira criativa, como o próprio nome diz.

Ou seja, é quando ela entrega uma abordagem diferente para apresentar os seus produtos e serviços, garantindo um aumento nas vendas, além de manter uma fidelização do público alvo. Ou seja, é um benefício duplo!

E diversas marcas já atingiram o status de criativas e são consideradas como favoritas dos usuários, que as acompanham diariamente. 

Quais são as marcas que chegaram neste patamar? Veja abaixo!

As 7 marcas criativas que se destacam 

As marcas criativas conseguem entender o que seu público e a partir disso entregam conteúdo relevante e atrativo, se tornando querida por eles. Seja produtos físicos, pelas redes sociais ou nas próprias propagandas.

Veja a lista com 7 marcas criativas que se destacam no mercado

1 – Burger King

O Burger King, também chamado carinhosamente de BK, já ganhou fama por suas diversas peças publicitárias bem criativas. 

O tom bem-humorado e ousado contribui para a marca se comunicar com o seu público. Um destaque foi em 2020, quando desenvolveu a campanha da “Vassoura Thru” no Dia das Bruxas. 

Nesta campanha, a marca ofereceu um sanduíche Whopper de graça para quem passou no drive-thru de suas lojas montado numa vassoura. O resultado da ação foi de mais de 5 bilhões de impressões nas redes sociais.

2- Apple

A empresa da maçã é considerada fonte de inspiração para outras marcas. Afinal, quem não reconhece de primeira a logo da Apple?

A empresa é reconhecida mundialmente como um dos maiores ícones de tecnologia e do design. E a forma criativa com que a marca se posiciona no mercado contribui para essa força. 

3 – Méliuz

A startup Méliuz transmite de forma direta e criativa como os seus colaboradores trabalham e o que os motivam. Por meio das redes sociais, a marca busca humanizar o seu conteúdo, se aproximando mais do público. 

Isso contribuiu para que a marca mostrasse de forma abrangente o seu serviço e o resultado foi maior engajamento, principalmente no Instagram. 

4 – Leroy Merlin

De forma bem criativa e dinâmica, a Leroy Merlin apresenta soluções para o dia a dia dos consumidores. 

Em suas redes sociais, a marca mostra dicas de como limpar a geladeira, lavar a louça, cozinhar ou passar pano no chão. E em seu canal no Youtube, ensina como decorar a casa, instalar equipamentos, entre outros conteúdos. 

Desta forma, a marca criativa se posiciona no dia a dia dos seus usuários e ainda consegue mostrar os produtos disponíveis para vendas. 

5 – Ambev

A Ambev buscou ir além das propagandas e redes sociais para estar mais presente na sociedade. 

Assim, durante o cenário de crise econômica e de saúde pública devido à pandemia de Covid-19, a empresa usou o álcool do processo produtivo para fazer álcool gel e o PET das embalagens para produzir máscaras para profissionais da saúde.

Também contribuiu para a construção da habilidade em gestão para construir 100 leitos no Hospital Municipal de M’Boi Mirim, na capital paulista. 

E no ramo do entretenimento, investiu em lives nos projetos Brahma Duplo Malte e Festival Pipoca e Guaraná, além de apoiar os restaurantes atingidos pela crise. 

6 – Magazine Luiza

Quando precisou fechar as suas lojas físicas, a marca Magazine Luiza apostou na criatividade e agilidade para se manter ativa perante a seus consumidores. 

Por meio de sua plataforma digital, a marca  permitiu que micro e pequenos comerciantes, além de autônomos, pudessem vender seus produtos no marketplace.

Com essa ação, o app Magalu registrou mais de 50 milhões de downloads. E nas redes sociais conquistou 21 milhões de fãs, se tornando assim um bom exemplo entre as marcas criativas atuando durante a pandemia. 

7 – Nubank

O banco digital Nubank é considerada umas das empresas queridinhas no Brasil, atualmente  E também é uma das favoritas no Instagram.

Afinal, é fácil se atrair pelo do perfil que utiliza muito do roxo, cor marcante que já é sinônimo da marca. Além de apostar nessa identidade visual, a marca cria várias postagens que ajudam a educar financeiramente o consumidor, de maneira leve e objetiva. 

Conclusão

Em resumo, as marcas criativas se tornaram sinônimo de engajamento e aproximação com o público graças a meios diferenciados para a comunicação, sejam eles físicos ou digitais.

Como pode se perceber, essa escolha gera resultados positivos para a marca, que se faz presente no dia a dia dos usuários e também consegue divulgar os seus produtos e serviços de forma natural, atraindo e mantendo os consumidores. 

A escolha das marcas criativas visam além dos lucros em suas campanhas, mas uma forma diferenciada de engrandecer o seu nome e atingir diretamente o consumidor final, com seus produtos e, principalmente, as suas mensagens. 

Marcas criativas