O que é matéria-prima? Descubra a importância e o uso na indústria

Quem trabalha na indústria entende a importância de saber o que é matéria-prima. Porque  é por ela que um novo material é produzido, ou transformado por meio de insumos industriais. E este novo produto será a mercadoria comercializada pelas empresas. 

A matéria-prima é definida como o elemento natural usado para a produção de um novo material. Ou seja, é a base que forma o produto, e que ainda não passou por nenhum processo de transformação.

E a sua importância na indústria é devido à variação de preço, que  influencia diretamente no valor final do produto fabricado. 

Além da comercialização, a matéria prima também beneficia a própria indústria, porque é base para criar máquinas e combustíveis usados na produção das mercadorias

Quer saber mais sobre o que é matéria-prima e como ela é usada na indústria? Então acompanhe este texto que tem mais detalhes sobre este assunto. Aproveite!

O que é matéria-prima e as suas características 

A matéria-prima é o produto em estado natural que é usado como base para a fabricação de produtos. Ela é dividida em três grupos, que são: 

vegetal: como exemplos desses o arroz, feijão, látex,, café, soja, etc. Em alguns casos, elas não passam por nenhum processo de transformação, sendo comercializadas em sua forma natural, como as verduras e legumes, por exemplo. O Brasil é um dos maiores exportadores mundiais de matéria-prima vegetal;

animal: nessa categoria de matéria-prima, encaixam-se o leite, a carne, leite, ovos, pescado, couro, pelos  de animais, que são usados na fabricação de roupas, calçados e acessórios; 

mineral: por fim, na categoria de matéria-prima vegetal inclui os elementos retirados do solo. Como por exemplo, podemos citar o petróleo para fazer gasolina, ouro para a confecção de joias, o minério de ferro e o metal, usados para fabricar máquinas.

Podemos ver que a matéria-prima, em todas as suas formas, está sempre presente em nossa sociedade, desde o alimento que consumimos até as tecnologias que utilizamos diariamente. 

Ou seja, tudo que tocamos e consumimos, incluindo a água e a energia elétrica, tem uma matéria-prima de origem, que foi usada para a fabricação de produtos e serviços.

O Brasil na exportação de matéria-prima

O Brasil tem destaque na exportação de matéria-prima, desde os tempos coloniais. O pau-brasil, café e a cana de açúcar estão entre os vários produtos usados na produção de bens e mercadorias. 

Nesse período, o Oriente despontava como o maior produtor de especiarias no mundo. Enquanto a África fornecia o maior número de mão de obra escrava. 

A América Latina  forneceu a maior e a Europa produziu manufaturas. Com isso, o Brasil forneceu matérias-primas. 

Inclusive, isso foi decidido por meio de pacto colonial, com fornecimento exclusivo para Portugal, que em troca forneciam os trabalhos para construir as metrópoles no país. 

Com os anos, o Brasil mudou de regime político e integrou a Divisão Internacional do Trabalho, como exportador mundial de matéria-prima, ou commodities, que até hoje são muito importantes para a economia.

Entre os commodities brasileiros que se destacam na importação estão:

  • celulose;
  • soja;
  • carne de boi;
  • minério;
  • petróleo.

Transformação da matéria-prima

Para resultar nos produtos, a matéria-prima passa por um processo de transformação. Nele, estão incluídas as etapas físicas, químicas e biológicas para que o material seja transformado.

E após essa etapa, a matéria-prima tem o seu destino definido. Ou é usada de forma direta para a fabricação do novo produto ou indiretamente, usada no maquinário e recursos para a indústria. 

Esse é o caso de matéria-prima vegetal, como o gás e o petróleo, que serão combustíveis para as máquinas, ou o próprio metal, na construção de peças e componentes do maquinário. 

Matéria-prima e insumos: qual a diferença?

É importante entender a diferença entre o que é matéria-prima e insumo. Porque apesar de este segundo fazer parte do processo produtivo, não se trata de um material transformado em produto final. 

Podemos entender como insumo os materiais usados para o serviço de fabricação de mercadorias. Como por exemplo, a água, maquinário e energia elétrica. 

Já a matéria-prima é diretamente agregada ao que foi produzido a partir dela. Uma roupa de algodão, por exemplo, tem o algodão como matéria-prima. Mas para a sua confecção, insumos foram necessários.

Portanto, qualquer equipamento e outros materiais usados na fabricação não são matéria-prima do produto, mas os insumos. 

Outros insumos importantes para a indústria são a publicidade de divulgar o produto ou os recursos destinados aos trabalhadores, como alimentação dos funcionários, transporte, entre outros. 

Gestão de matéria-prima

Na indústria, a gestão de matéria-prima é necessária. Porque ela envolve todo um processo para o fornecimento deste material. 

E para isso, existem itens que são fundamentais para as atividades da empresa e fazem parte de uma boa gestão. São eles:

  • setor de vendas
  • limpeza;
  • escritório;
  • atendimento ao cliente;
  • publicidade. 

Entre outros. Por isso, a manutenção de estoques para a matéria-prima é necessária, o que ajuda na organização e desenvolvimento do negócio. 

Mas isso requer cuidados para que eventuais problemas não ocorram na gestão de matéria-prima, o que pode prejudicar nos negócios, futuramente.

E afinal, qual a importância de ter a gestão de matéria-prima? É porque essa parte compõe a gestão eficiente da empresa, porque com o controle do material inicial de produção, há todo o bom caminho no restante da cadeia produtiva.

Um ineficiente gerenciamento das matérias-primas é algo negativo para o desempenho das indústrias, porque fica difícil investir e aperfeiçoar no estoque, reduzir custos e evitar desperdício dos materiais. 

Assim, entendemos melhor o que é matéria-prima, o seu uso na indústria e a importância de ter um bom gerenciamento. Porque com isso, a indústria trabalha para a boa produção de bens necessários e muito consumidos na sociedade. 

Portanto, com boa matéria-prima, os empreendedores trabalham investimento em mais qualidade nos produtos fabricados e comercializados nas empresas.

o que é matéria-prima