Hospital e clínica: quando procurar cada um dos serviços?

Hospital e clínica, existe alguma diferença? Apesar de ambos serem locais de serviços de saúde, cada um atende de forma específica. 

Os estabelecimentos são muito procurados em lista de empresas. Os pacientes consultam quais delas oferecem o atendimento que necessitam. 

Mas há quem confunda os termos na hora de escolher qual empresa irá agendar o serviço de saúde. 

Para não errar, confira neste post um conteúdo completo sobre hospital e clínica e quais os seus diferenciais. Boa leitura!

Quais as principais diferenças entre um hospital e uma clínica

As principais diferenças entre um hospital e uma clínica está no serviço que é feito. Uma clínica realiza um atendimento geral ou especializado. E o seu foco vai além da consulta médica. 

Enquanto um hospital tem serviços em âmbito geral, o que inclui diversas clínicas. Diferente da clínica, o local atende a várias especialidades, no mesmo espaço. 

Para isso, o hospital conta com uma grande estrutura, incluindo leitos, consultórios, salas de cirurgia, salas de internação, entre outros. 

Veja a seguir mais detalhes sobre o hospital e a clínica. 

O que é um hospital?

Um hospital pode ser definido como espaço que realiza assistência médica integral, preventiva e de cura de enfermidades. 

O seu termo vem da palavra “hospitalis”, que é hospitalidade e acolhimento, na tradução para o português.

O ambiente do hospital tem o objetivo de curar pessoas e diminuir dores e sofrimento em decorrência de doenças. Todo o serviço é feito com respeito e cuidado com cada paciente.

Geralmente, faz parte de uma organização médica, que pode ser pública ou privada. Tem regimes de atendimento que são na própria estrutura e também domiciliar. 

Diferentes classificações de um hospital

Um hospital tem diferentes tipos de classificação. Elas são divididas em diversos aspectos, como:

Capacidade de atendimento

  • pequeno porte: capacidade de até 50 leitos;
  • médio porte: capacidade de 51 até 150 leitos; 
  • grande porte: tem capacidade de até 500 leitos;

Perfil assistencial

  • hospital de clínicas;
  • especializado;
  • geral;
  • infantil;
  • maternidade;
  • universitário;
  • de emergência;
  • de pesquisas.

Complexidade das atividades

  • de nível básico;
  • secundário;
  • terciário;
  • quaternário.

Papel na rede de saúde

  • hospital municipal;
  • estadual;
  • regional;
  • nacional
  • de referência.

Regime de propriedade

  • hospital público;
  • particular;
  • sem fins lucrativos;
  • filantrópicos.

Principais serviços oferecidos por hospitais

Os hospitais têm variedade nos serviços oferecidos, mas há os que se destacam entre os principais.

É o caso das cirurgias, tanto gerais quanto especializadas. Há também o acompanhamento de eventos naturais, como o parto, envelhecimento e de caráter de urgência / emergência da demanda. 

Os hospitais têm ainda o caráter específico das divisões das especialidade médicas. Assim, os atendimentos são divididos por sexo, idade e/ou por atenção à patologias específicas. 

O que é uma clínica?

A clínica é um ambiente em que os atendimentos de saúde ambulatorial. Eles ocorrem por especialidade ou de forma mais geral. Sejam elas básicas ou mais complexas. 

As clínicas podem ser classificadas como:

clínica geral: fazem atendimento geral com em especialidades básicas, além de atendimento ambulatorial.

clínica especializada: o atendimento é para apenas uma especialidade ou área da assistência. Também inclui procedimentos sob sedação. 

Principais serviços oferecidos por clínicas de saúde

A clínica de saúde realiza procedimentos de acordo com a especialidade que atende. Essa definição é fundamental para que o atendimento ocorra da forma mais completa. 

Basicamente ela reúne todos os procedimentos que o paciente necessita. Com a praticidade de ter todos no mesmo ambiente.

Os principais serviços oferecidos são:

  • Consultas com médicos especialistas (pediatria, oftalmologia, ginecologia, etc);
  • exames básicos;
  • planos de saúde;
  • procedimentos simples;
  • aplicação de anestesia;
  • radiologia (tomografia, raio-x, ressonância magnética, densidade óssea).

Relação do SUS com os serviços de hospital e clínica

Os serviços de hospital e clínica estão relacionados ao Sistema único de Saúde (SUS). Ambos têm um papel muito importante no atendimento aos pacientes. 

Portanto, cabe aos hospitais oferecer ao usuário do SUS atendimento de saúde especializado de média e alta complexidade. 

Isso inclui as cirurgias eletivas, que serão realizadas em uma data adequada de acordo com a saúde do paciente, e tratamentos clínicos de acordo com cada especialidade. 

O paciente é encaminhado ao hospital, após ser atendido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Esse trâmite ocorre no processo de troca de informações entre as redes de atenção à saúde no SUS.

Já as clínicas realizam um atendimento compartilhado dentro do SUS. Elas estão nas Unidades de Atendimento e também nos hospitais. 

Os pacientes são atendidos nas clínicas especializadas, onde realizam uma consulta e exames, caso sejam necessários. 

Diferente do consultório, as clínicas apresentam uma estrutura mais completa, de acordo com a especialidade na qual ela atua.

Conclusão

Entender sobre hospital e clínica é importante para todo paciente, que buscará no local correto o atendimento para o seu caso. 

Apesar dos conceitos diferentes, ambas prestam serviços de saúde e os procedimentos necessários para a cura e alívio de sintomas dos pacientes. 

Por isso, é preciso saber quando procurar uma clínica ou hospital. Se o paciente desejar atendimento ambulatorial, de baixa complexidade, pode buscar uma clínica.

Mas se for um caso mais urgente, em que há necessidade de internação ou cirurgia, o ideal é buscar atendimento em um hospital.; 

Assim, antes de correr para procurar atendimento, verifique se o hospital ou a clínica são as soluções ideais para você.

Hospital e clínica