Calvície capilar: É possível uma mulher ficar careca?

Embora a calvície capilar em mulheres não seja tão comum e intensa como é nos homens, a calvície feminina existe e precisa de tratamento.

Ao contrário da calvície masculina, que no início apresenta queda de cabelo pela fronte, nas famosas “entradas”, a calvície feminina fica concentrada no topo da cabeça.

Vale ressaltar que dificilmente ocorrerá de uma mulher ficar careca, mas esta situação pode acontecer em casos específicos.

O que é calvície feminina?

A alopecia androgenética, popularmente conhecida como calvície, é uma disfunção que causa o afinamento dos fios de cabelo. Sendo que esta condição geralmente ocorre em mulheres que possuem predisposição genética.

Além de afinar os fios e diminuir o volume dos cabelos, a longo prazo, os fios param completamente de crescer.

Desse modo, as mulheres acometidas com calvície passam a enxergar mais facilmente o couro cabeludo.

É possível uma mulher ficar careca?

São raros os casos de uma mulher ficar careca, mas é possível sim, de acordo com a intensidade do quadro. Por exemplo, certas condições associadas a mulheres de idade mais avançada.

Outra situação que pode fazer a mulher ficar careca é as alterações hormonais, pois faz com que o caso se torne mais intenso. Como a síndrome do ovário policístico.

Quais são os sinais da calvície feminina?

Identificar os sinais da calvície capilar em mulheres, em especial no começo, será fundamental para dar início ao tratamento.

E, apesar dela ser mais comum em mulheres com mais de 40 anos, a calvície pode surgir a partir da puberdade.

Os sinais da calvície feminina no início são:

  • Queda de cabelo excessiva;
  • Afinamento dos fios;
  • Cor de cabelo mais claro;
  • Diminuição de fios no topo da cabeça;
  • Algumas áreas da cabeça sem cabelo.

Calvície feminina tem cura?

É importante mencionar que a calvície capilar em mulheres não tem cura, mas tem tratamento capaz de retardar a perda de fios por muitos anos.

No entanto, a mulher deve estar ciente que o tratamento de calvície é contínuo, ou seja, não pode ser interrompido. Caso contrário, a queda de cabelos volta a acontecer.

Além disso, nem sempre os resultados aparecem de imediato e, em alguns casos, fazer a troca de medicamentos possa ser necessário. Assim como, a realização de exames específicos como, por exemplo, uma avaliação hormonal.

Afinal, cada quadro de calvície feminina é diferente, consequentemente, exige atenção específica para encontrar o melhor tratamento para a mulher.

Tratamento da calvície capilar na mulher

O tratamento da calvície capilar feminina pode envolver vários cuidados, além de medicamentos via oral e de uso tópico (diretamente no couro cabeludo).

Como, por exemplo, cuidados durante a lavagem dos cabelos para diminuir, ou evitar, a seborreia.

Além disso, o dermatologista pode indicar dietas ricas em vitaminas para ajudar no fortalecimento dos fios. Assim como, para estimular o crescimento do cabelo.

Sendo que em alguns casos possa ser necessário o uso de suplementos vitamínicos.

Já para casos mais avançados da calvície capilar em mulheres, um transplante capilar pode ser recomendado.

Enfim, independente do tipo de tratamento o objetivo é o mesmo: fazer com que as mulheres acometidas com calvície capilar consigam recuperar a autoestima.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência, você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLeia mais