Alta relojoaria o que é o pointer date em relógios?

É fato que o relógio deixou de ser somente um objeto para apontar as horas há muito tempo, sendo também um acessório que transmite a personalidade dos usuários, estilo e até mesmo autoridade. Sejam relógios masculinos minimalistas, extravagantes, clássicos ou de qualquer outro tipo que você já tenha visto, todos eles cumprem as mais diferentes funções no dia a dia das pessoas. 

Além disso, alguns modelos ainda nos levam a refletir sobre a natureza do tempo, principalmente quando falamos daqueles com pointer date, uma complicação muito interessante e presente em diversos acessórios. Mas, se você não sabe o que ela é e tem interesse no assunto, não deixe de acompanhar o post de hoje até o fim.

História das datas nos relógios

Antes de falarmos sobre o pointer date em si, vamos citar algumas curiosidades interessantes sobre sua história. 

Sendo assim, a indicação de data é considerada a primeira complicação relojoeira a ser adaptada nos relógios de pulso e a empresa que trouxe isso foi a Mimo (empresa irmã da Girard-Perregaux na época). Em 1930, ela patenteou e lançou a indicação da data através de uma janelinha. A partir disso, seu princípio de funcionamento sofreu algumas poucas alterações nesses 90 anos de história. Aqui, um disco impresso com os 31 dias do calendário fica na parte de trás da traseira do mostrador, sendo que apenas um dos números é visível por meio de uma abertura retangular, parecida com uma janela. 

Então, próximo da meia noite, um mecanismo move esse disco para sua próxima posição, passando para o próximo dia. Do ponto de vista mecânico, esse avanço exige atenção, visto que promove maior tensão nas engrenagens. Afinal, esse não é um movimento contínuo, como o avanço dos ponteiros das horas, minutos e segundos, dando um tipo de salto. 

Os dias atuais

Se você é um amante de relógios, já notou que a maioria dos acessórios possui essa janela, que tem ainda mais destaque nos modelos da Rolex, em que é ampliada pela lupa colada sobre o cristal.

Portanto, a indústria continua incluindo a data em seus relógios, não apenas por haver demanda, mas também por acrescentar valor à peça, sem precisar realizar um grande investimento ou alterar os movimentos. Um exemplo é o Rolex Datejust, que custa 1400 euros a mais que o modelo Oyster Perpetual, que não tem data. 

No entanto, dependendo do gosto do usuário, principalmente em colecionadores e entusiastas, esse pequeno retângulo causa bastante desconforto. Inclusive, alguns até mesmo afirmam que essa janela com data é uma afronta à estética dos relógios e que deveria ser eliminada. Nesse sentido, não é difícil encontrar modelos que sofreram com a adição da data no design, além de outros em que ela foi mal executada, desde o mau posicionamento à descoordenação com as cores do mostrador. 

A boa notícia é que a indústria relojoeira ouve os consumidores e oferece alternativas para quem quer saber a data, mas não gosta da famosa abertura no mostrador. Como consequência, surgiu então o querido Pointer Date. 

O que é o Pointer Date?

Pointer Date é o termo em inglês designado para relógios que utilizam um ponteiro adicional para indicar o dia do mês, numa escala situada na periferia do mostrador. Esse tipo de indicação ficou muito famoso na década de 40, quando marcas renomadas como Vacheron Constantin e a Jaeger-LeCoultre o incluíram em seus relógios de calendário anual. Ainda que nesses casos tivessem as janelas para indicar o mês e dia da semana, essa já foi considerada uma grande revolução para a época. 

Vantagens do Pointer Date 

A principal vantagem quando falamos de relógios com Pointer Date é a estética. Afinal, ao dispensar a janela da data, os mostradores ficam mais simples e elegantes, mantendo a simetria lateral que muitos dos entusiastas valorizam. Em boa parte dos casos, esse ponteiro adicional é mais fino que os demais, acrescentando um detalhe interessante, mas sem prejudicar a leitura das horas. 

Enquanto a janela da data mostra um número, o Pointer Date aponta para um momento no loop infinito do tempo, trazendo novas visões e perspectivas. Sendo assim, mais do que o visual, o Pointer Date traz um aspecto filosófico muito interessante. Afinal, nesses relógios, a data segue a mesma trajetória que as horas e minutos, complementando o círculo lentamente conforme o mês avança. Com isso, é possível acompanhar o progresso e sentir os dias passando à medida que um novo mês se aproxima e o ciclo se inicia novamente. 

Portanto, agora que você sabe mais sobre o Pointer Date, pode ser que concorde com entusiastas de que ele oferece um visual mais limpo e elegante aos relógios. Sendo assim, existem diversos modelos disponíveis atualmente com essa complicação e você pode escolher aquele que mais atende suas necessidades, preferências e expectativas. Além disso, como falamos, terá uma visão mais filosófica e atenta ao tempo e sua passagem.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência, você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLeia mais