O que é e como funciona home equity?

Muitos desejam realizar o sonho da casa própria e adquirir uma casa ou apartamento junto à imobiliária. Nesse sentido, existem diversas alternativas para ajudar os indivíduos, como financiamentos, empréstimos e consórcios. No entanto, um conceito que ainda é desconhecido por boa parte dos brasileiros, mas que vem se destacando no mercado imobiliário é o home equity. Essa é uma das modalidades de empréstimo, permitindo melhores condições de pagamentos, com prazos mais flexíveis e juros comedidos. 

Portanto, se você tem interesse no assunto, não deixe de acompanhar o post de hoje até o fim e entenda de uma vez por todas o que é home equity e como ele funciona. 

O que é home equity?

Home equity é o termo em inglês para a modalidade de empréstimo com um imóvel de garantia, sendo muito comum na Europa e Estados Unidos e, como consequência, também foi adotado no Brasil. Em resumo, nessa modalidade de crédito, o indivíduo que consegue um empréstimo deixa seu imóvel como garantia de pagamento. Ou seja, o credor se torna dono do imóvel até que o devedor quite sua dívida. 

Além disso, esse tipo de empréstimo promove muitas vantagens para o devedor, pois as taxas de juros são pequenas e o prazo de pagamento é flexível, o que facilita significativamente a negociação. A modalidade também é conhecida como crédito com garantia de propriedade e refinanciamento de imóvel. Mas, apesar desse nome, a negociação não tem a ver com compra, sendo que o imóvel é usado apenas como garantia de uma dívida. 

Como o home equity funciona?

No Brasil, o home equity surgiu nos anos 2000, sendo relativamente recente quando comparado com seu uso em outros países. Mas, desde então, essa tem sido uma ótima alternativa em relação a outros tipos de crédito, sendo que suas principais características são:

  • Juros baixos, cerca de 2% por mês;
  • Parcelas facilitadas, podendo variar entre 24 a 80 prestações;
  • Dependendo do país, como acontece nos EUA, a primeira parcela pode ser paga após três anos da assinatura do contrato;
  • O empréstimo pode ser feito para qualquer finalidade, como viagens, investimento em negócios, quitação de dívidas, etc. 

Vale lembrar que a quantia concedida no empréstimo é limitada, variando de acordo com o valor do imóvel. Geralmente, as instituições financeiras liberam até 50% do valor da propriedade, ou seja, se deseja um empréstimo de R$50 mil, sua propriedade deve valer, pelo menos, R$100 mil. Além disso, assim como acontece no financiamento, as parcelas não podem ultrapassar 30% da renda mensal do devedor. 

Quais são os benefícios dessa modalidade de empréstimo?

Provavelmente você já deve ter entendido que o home equity é bastante vantajoso para quem quer solicitar um empréstimo. Mas, pensando em te ajudar, vamos falar de forma mais detalhada sobre os principais benefícios dessa modalidade. Confira abaixo:

Locação

Quem tem imóveis próprios alugados podem utilizar o home equity como opção de crédito. O proprietário ainda tem muitos benefícios com essa negociação, visto que pode utilizar o valor do aluguel para quitar as parcelas do crédito. 

Juros mais baixos

Sabemos que dependendo da época, pode ser difícil vender um imóvel. Contudo, o home equity é uma solução para questões financeiras sem que seja necessário vender o bem e perder as vantagens de ter uma propriedade extra. 

Boa alternativa para solucionar problemas

Em média, os juros cobrados são de cerca de 14% ao ano, ao contrário de empréstimos pessoais, que possuem juros de mais de 100% ao ano. 

Home equity é a mesma coisa que hipoteca?

Ainda que ambas as modalidades sejam tipos de empréstimo com imóvel de garantia, home equity e hipoteca são diferentes. No caso da segunda, o imóvel continua sendo propriedade e se mantém no nome de quem contratou o empréstimo. Como consequência, os riscos da instituição são maiores, assim como os juros. 

Além disso, no Brasil, o conceito de hipoteca é diferente do que é adotado em outros países, como nos EUA, por exemplo. Aqui, a hipoteca sempre foi a garantia utilizada no financiamento de imóveis, passando a ser menos usada depois que foi permitida e introduzida a alienação fiduciária no processo de empréstimo e financiamentos. 

Então, se você chegou até aqui, entende o que é o home equity e como ele pode beneficiar quem deseja solicitar um empréstimo. Suas principais vantagens são risco de crédito menor em comparação com os demais, visto que há uma propriedade como garantia, assim como possibilidade de solicitar o empréstimo para diferentes finalidades e o fato de os juros serem mais baixos. No entanto, se não for bem pensando e o devedor tiver dificuldades e ficar inadimplente, ele pode perder o imóvel.

Sendo assim, é muito importante analisar sua saúde financeira, assim como contar com a ajuda de especialistas. Para quem quer investir no mercado imobiliário, essa é uma excelente alternativa, mas é importante ter organização e um bom planejamento.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência, você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLeia mais