Descubra todos os detalhes do curso de enfermagem

A área da Saúde nunca esteve tão em alta. Em função da pandemia do novo Coronavírus, todas as profissões ligadas ao cuidado de pacientes mostraram-se essenciais nesse período difícil que vivemos. 

Curso de enfermagem

Dentre essas profissões, os profissionais ligados às áreas da enfermagem se destacam uma vez que têm contato próximo com os pacientes e são fundamentais no cuidado e tratamento deles.

Mas será que esses profissionais só trabalham em hospitais? E afinal, quais são as áreas que um profissional formado em um curso de enfermagem pode atuar? É sobre essas questões que falaremos, confira!

Como é o curso de enfermagem?

Um curso de enfermagem pode ser bacharelado em enfermagem (curso superior, voltado à formação do enfermeiro ou enfermeira), licenciatura (curso superior, voltado à formação de professores) e curso técnico em enfermagem (com 2 anos de duração, voltados a quem já completou o ensino médio).

Um curso superior de enfermagem tem a duração média de 4 anos, sendo presencial. Nesse curso, o aluno terá no início disciplinas que compõem o ciclo básico, tais como anatomia, histologia e patologia, por exemplo.

Essas disciplinas são essenciais para formar o pensamento clínico do profissional. Após essas disciplinas, o aluno entrará em contato com disciplinas voltadas ao seu futuro dia a dia, tais como enfermagem pediátrica, enfermagem geriátrica e administração de medicamentos, por exemplo.

É necessário também a prática, na qual os alunos atuarão em hospitais, sendo supervisionados por outros profissionais.

Quais são as áreas de atuação do profissional formado em enfermagem?

O profissional formado em enfermagem tem várias áreas de atuação que poderá escolher. Veja algumas.

1. Pediátrica

O profissional atuará com crianças, podendo trabalhar em hospitais infantis ou consultórios, junto com pediatras. 

2. Neonatal

São os profissionais que atuam com recém-nascidos. Geralmente, são responsáveis por UTIs neonatais, nas quais bebês prematuros e recém-nascidos ficam até poderem se juntar às suas mamães. 

3. Geriátrica

Profissionais que atuam com idosos, podendo trabalhar em casas de repousos ou então, com home care, prestando assistência aos idosos em suas casas.

4. Unidades de terapia intensiva (UTI)

Aqui, os profissionais de enfermagem têm uma rotina agitada, com pacientes que lutam pela vida a cada segundo. Com a pandemia do Coronavírus, foram criadas as chamadas UTI-COVID, dedicadas exclusivamente ao atendimento de pacientes contaminados pelo Coronavírus.

Mas, em geral, as UTIs recebem pacientes que vieram de cirurgias, por exemplo ou então que estavam internados mas tiveram piora do seu quadro e necessitam de cuidado e atenção constante.

5. Oncologia

Pacientes em tratamento de câncer recebem atendimento e cuidado de profissionais formados em enfermagem especialistas na área de oncologia. Assim, a administração de quimioterápicos, por exemplo, indicados por médicos, são realizadas por profissionais formados em enfermagem tanto em hospitais dedicados à oncologia, como também em clínicas oncológicas.

6. Empresas privadas

Algumas empresas apresentam setores técnicos de saúde, nos quais profissionais de enfermagem atuam junto com médicos do trabalho, por exemplo. Esses setores ganharam importância nas últimas décadas, com a ênfase dada na melhora da saúde do trabalhador.

7. Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU)

Quando há uma emergência, é essencial chamar o SAMU o quanto antes. Na ambulância do SAMU, há sempre um profissional de enfermagem, que ajudará o médico a estabilizar o paciente e então, transferi-lo para um hospital de referência mais próximo. Esses profissionais estão sempre prontos a atender pacientes e devem estar preparados para uma rotina mais puxada e muitas vezes, estressante.

Como é o perfil do profissional de enfermagem?

O profissional formado em enfermagem deve ser alguém que sabe trabalhar bem em equipe. Afinal, esse profissional atuará em conjunto com outros profissionais, tais como médicos, por exemplo.

Além disso, é também um profissional que deverá saber comandar uma equipe e lidar bem com ela. Quando pensamos na equipe de uma UTI ou no SAMU, por exemplo, o bom trabalho em equipe pode representar a diferença entre a vida e a morte de um paciente.

Outra característica importante para esse profissional é ter empatia, uma vez que ele lidará, diariamente, com pacientes que sentem dor e que, muitas vezes, estão lutando pela vida. Dessa forma, também é necessário concentração e foco, para executar um trabalho de excelência. Afinal, é um profissional que trabalha com a vida!

Por último, é necessário que o profissional de enfermagem busque atualização constante, pois surgem novos medicamentos e mais tecnologia diariamente. Portanto, a atualização constante é também uma característica dessa profissão.

O mercado de trabalho para enfermagem

O mercado de trabalho para as profissões da área da Saúde está em alta. Assim, sobram vagas em hospitais para profissionais da área da enfermagem, podendo o profissional escolher onde deseja trabalhar.

Com o aumento dos atendimentos causados pela pandemia e abertura de novos leitos, esses profissionais ganharam uma demanda maior. Assim, é um mercado que atualmente oferece bastante vagas.

Conclusão

Se você gosta da área da Saúde e é uma pessoa dedicada, com empatia, certamente o curso de Enfermagem pode ser uma ótima opção para você. No momento atual, o mercado encontra-se bastante favorável a esses profissionais, com muitas vagas abertas. Para isso, é necessária dedicação e uma boa formação acadêmica, bem como constante atualização.