Yorkshire: saiba como cuidar desse amigo pet

Conheça as características e os principais cuidados com essa raça de cachorro.

O Yorkshire Terrier é uma raça de cães de pequeno porte, pelos longos e muita energia acumulada. Esse tipo de animal tem sido uma ótima companhia para quem prefere a vida em apartamento, exatamente por conta do tamanho reduzido e da eterna lealdade aos donos.

Yorkshire

Se, por um lado, o tamanho seja um benefício, por outro, será um motivo de preocupação extra na hora de cuidar do pet. O banho e a tosa, por exemplo, devem ser feitos com uma periodicidade menor e com muito mais cautela. Além disso, a alimentação deve ser específica para esse tipo de raça.

Quem está pensando em adotar um Yorkshire Terrier deve conhecer, antes de mais nada, um pouco mais sobre a personalidade e as necessidades desse cãozinho encantador e com energia para dar e vender.

Conhecendo melhor a raça


Os cães da raça Yorkshire Terrier são originários da Inglaterra e têm como características físicas o tamanho reduzido, chegando a medir cerca de 20 cm, a pelagem longa e reta, além de temperamento dócil e muito companheiro.

Ao mesmo tempo em que são brincalhões, correndo pela casa e chamando você para brincar, eles estão atentos ao mundo ao redor. Os latidos em caso de barulhos ou presença de estranhos são bem característicos, afinal, a raça também tem o papel de cão de guarda do local onde mora.

Tal aspecto acaba exigindo regras e um pulso firme do dono. Esse animal precisa ser adestrado desde filhote para entender quais comportamentos não são permitidos. Assim, pode conviver de forma mais tranquila dentro e fora de casa.

Depois de conhecer um pouquinho mais sobre as principais particularidades do Yorkshire, saiba quais são os cuidados que você deve ter com essa raça.

Alimentação


Tem muita gente que fica insegura na hora de alimentar o Yorkshire, seja adulto ou filhote. Isso acontece porque, devido ao tamanho, podem surgir dúvidas sobre o tipo de ração e a quantidade necessária para alimentá-lo.

Ao escolher a ração, opte por aquelas que tenham uma qualidade superior e sejam específicas para raças de pequeno porte. O veterinário será a pessoa mais indicada para dizer a porção de ração que o seu pet deve receber diariamente.

Banho


Um dos cuidados extras que o Yorkshire vai exigir diz respeito ao momento do banho. Por conta do tamanho, caso o banho seja feito em casa, o ideal é que aconteça numa bacia ou banheira com alguns centímetros de água morna — uma quantidade em que o animal não corra o risco de se afogar.

As orelhas e a cabeça devem ser limpas com um pano úmido, sem shampoo. Depois disso, vá molhando o corpo do animal aos poucos, passando o produto com cuidado, em movimentos circulares de cima para baixo e da frente para trás. Enxágue o pelo e seque-o com toalha. O indicado é fazer isso duas vezes por mês.

Tosa


A tosa é um processo comum em todo cão de pelo mais longo, como é o caso do Yorkshire. Porém, ele não deve ser tosado no corpo inteiro com máquina. Já o corte higiênico está liberado, aparando pelos da cara, das patas e das partes íntimas do animal. A chamada tosa de bebê, aquela que deixa a pelagem bem curtinha, como a de um filhotinho, também pode ser feita nesses doguinhos.

Escovação dos pelos


Outro aspecto importante da higiene desse animal é a escovação constante dos pelos para evitar o aparecimento de nós e o acúmulo de sujeiras. Esse é um momento que pode ser muito prazeroso para o animal, servindo até como uma estratégia relaxante.

A escovação deve ser feita diariamente e em três passos. O primeiro é escovar os pelos no sentido do crescimento, retirando aqueles mais superficiais. Depois, faça o movimento contrário, de modo a limpar os pelos de baixo e massagear a pele do bichinho. Por último, volte a escovar no sentido inicial, arrumando a pelagem.

Passeios e brincadeiras


Apesar do tamanho, os Yorkshires são cães extremamente ativos, que adoram brincar. Então, reservar um momento do seu dia para isso é essencial para que eles consigam extravasar um pouco da energia acumulada.

Os passeios também são fundamentais nesses momentos recreativos. Devem ser feitos frequentemente para que o cão possa socializar com outros animais e o mundo lá fora.
Postagem Anterior Próxima Postagem