5 Adaptações nos filmes da Marvel que os fãs NÃO gostaram

O fato é que vivemos em uma Era de Adaptações. Afinal, a maioria das produções que vemos arrebentar nos cinemas, são adaptadas de diversas mídias. Sejam os livros, games, artigos de jornais e principalmente as HQS, famosos gibis e histórias em quadrinhos.

Adaptações nos filmes da Marvel

Transformar HQs em filmes se tornou algo lucrativo para os estúdios, e um sonho sendo realizado para os fãs. Já que muitos dos personagens que estão chegando agora aos cinemas e séries, nós já os acompanhamos há décadas e décadas.

E nos últimos anos, é coerente dizer que estamos vivendo o auge das adaptações das histórias de super-heróis. Com eventos e confrontos épicos, as principais histórias e arcos mais famosos dos personagens têm sido o elemento principal para transformar um simples filme, em um evento arrasador de bilheterias.

Entre as principais adaptações, temos o épico Vingadores: Guerra Infinita, e outros filmes muito eficientes em homenagear a história original, como X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, Homem-Aranha 2, os filmes do Homem de Ferro.

Assim como adaptações mais ousadas, que não são réplicas exatas das estéticas e tom das histórias, mas mantiveram sua essência, como Batman: O Cavaleiro das Trevas, Coringa, Logan e até mesmo Capitão América: Guerra Civil.

Mas, é claro, onde existem bons exemplos, existem os maus! Por isso, falaremos agora sobre algumas adaptações nos filmes da Marvel que NÃO agradaram os fãs. Confira:

1. A reviravolta de Mar-Vell


Capitã Marvel é um filme polêmico por si só, muito pelo ódio gratuito que alguns "fãs" têm pela proposta feminista, a personalidade de Brie Larson ou até mesmo críticas honestas em relação ao roteiro e direção.

Mas algo que chateou realmente muitos fãs que estavam ansiosos pela chegada de Carol Danvers ao MCU, foi a reviravolta feita em cima da identidade de Mar-Vell.

Nas HQs, o Capitão Marvel é da raça Kree, e possui poderes iguais ou superiores ao de Carol Danvers. O personagem foi introduzido bem antes de sua versão feminina, e protagonizou alguns momentos bem importantes no universo Marvel.

Um dos mais memoráveis, foi a história que mostrou a sua morte, por um câncer. Os fãs acham que histórias poderosas como essa, foram reduzidas a nada já que o personagem foi adaptado como a cientista Kree interpretada por Annette Bening. Assim, o filme resume logo toda a história do 'Marvel' original e já pula logo para a era de Carol.

2. Deadpool que não fala


X-Men Origens: Wolverine é facilmente um dos filmes menos adorados pelos marvetes. E isso por uma sequência de erros e péssimas decisões.

Além do roteiro de novela de ação, o fato de Wolverine e Dentes-de-Sabre serem irmãos e tudo mais, a pior coisa do filme foi o que fizeram com a estreia do Deadpool em live-action. Afinal, o mercenário Wade Wilson, interpretado por Ryan Reynolds, é transformado em um monstro com lanças no braço e a BOCA TAMPADA.

Algo que vai totalmente contra a principal graça do Deadpool, que é fazer graça de tudo e falar o tempo INTEIRO.

3. "O Hulk Nutella"


Embora Vingadores: Ultimato seja considerado um dos melhores filmes de todos os tempos, não é difícil ver pela internet o principal problema que muitos fãs têm com o filme. Que é a evolução e direção que a Marvel decidiu dar para o Hulk.

Resolvendo o conflito histórico do personagem e unindo Banner e o Hulk em um só corpo, com toda a força do Gigante Esmeralda. Perdendo o lado selvagem, violento e porradeiro do personagem, restou mais do carisma e humor único de Mark Ruffalo.

Por isso, muitos dizem que agora a Marvel fez o seu 'Hulk Nutella', e que sentem falta das versões anteriores do herói.

4. As duas tragédias da Saga da Fênix


X-Men 2 continua como uma das melhores adaptações de super-heróis nos cinemas. Porém, com o hype absurdo em cima de sua sequência, veio uma de nossas primeiras grandes decepções: X-Men: O Confronto Final.

Apesar do filme não ser realmente ruim, apenas inferior, ele gerou muita decepção naquela época, principalmente por ser uma adaptação bem fraca da famosa Saga da Fênix nas HQs, que mostra a treta maluca de Jean Grey sendo possuída por uma entidade cósmica.

Esse tropeço ficou tão marcado na história dos X-Men, que a antiga Fox foi lá e tentou consertar as coisas, com X-Men: Fênix Negra. Só que dessa vez, foi pior ainda! Embora o filme tenha se mantido fiel ao trazer alguns detalhes como aliens e a própria entidade da Fênix, o roteiro do filme conseguiu ser tão genérico que parecia mais um compilado de cenas que vimos nos outros filmes.

5. Um Duende Verde não tão espetacular


Fechando a nossa lista de hoje com O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro. Por mais que os fãs tenham simpatia por muitas coisas do filme, como a maravilhosa relação entre Peter e Gwen, assim como o amor que ainda dura pelo ator Andrew Garfield, considerado como o melhor Homem-Aranha por muitos fãs.

Porém, o filme de 2014 pecou em muitas adaptações ousadas que não agradaram, como o novo visual azul e energético do Electro, assim como a personalidade e história trágica de Max Dillon.

Outra mexida que incomodou foi no outro vilão do filme: o Duende Verde. Afinal, o filme introduz Harry Osborn, um dos personagens mais importantes da mitologia do Aranha, e logo depois já o transforma em vilão. Só que pior ainda: o transformando literalmente em um Duende, e não usando o traje como nas HQs e na trilogia original de Tobey Maguire.

Assim como o descarte de Norman Osborn, principal vilão do Aranha, que é declarado morto em sua primeira cena naquela nova franquia. Foi tanta decepção que sepultou o futuro dos filmes de Andrew Garfield, e resultou na Sony indo fazer um acordo com a Marvel Studios, que resultou na chegada de Tom Holland como o Homem-Aranha dentro do MCU.
Postagem Anterior Próxima Postagem