Principais aspectos da assistência social no Brasil

O Brasil ainda tem milhares de pessoas que passam por problemas sérios quando se trata de direitos básicos à sobrevivência, como moradia, alimentação, saúde e saneamento básico. Seja nas pequenas ou grandes cidades, diversos indivíduos vivem situações lastimáveis que necessitam de atenção especial para que não saiam do controle e coloquem sua vida em risco.

assistência social

O papel do governo, nesse caso, é garantir que todos tenham acesso a esses recursos essenciais, e isso é feito por meio de uma área específica conhecida como assistência social.

O próprio nome já revela sua missão: colocar em prática uma série de ações que trazem mais dignidade e cidadania às pessoas que estão à mercê de adversidades graves.

No país, esse campo é muito forte e necessário: há muita gente que ainda precisa de orientação e auxílio em variados aspectos, logo, a área de serviço social é crescente em todas as regiões, chamando atenção de diversos estudantes.

Para eles, o interesse em realizar um curso de assistente social é grande, porém, ainda há quem tenha dúvidas sobre o verdadeiro papel desse profissional.

A primeira coisa é se informar e qualificar na área e os cursos livres são excelentes ferramentas para o fornecimento de dados atualizados e pertinentes, como os presentes neste artigo.

Preparamos um material completo que serve como um verdadeiro guia para os interessados, explanando todos os pontos da assistência social no Brasil.

A assistência social no Brasil, o PNAS e o SUAS

Segundo a Lei Orgânica de Assistência Social, conhecida como LOAS, a assistência social é responsável por práticas e políticas que atendam as necessidades básicas para a sobrevivência de um indivíduo.

Seu objetivo principal é a “proteção à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à velhice; o amparo às crianças e adolescentes carentes; a promoção da integração ao mercado de trabalho; a habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiências e a promoção de sua integração à vida comunitária; e a garantia de 1 (um) salário mínimo de benefício mensal à pessoa idosa e ao portador de deficiência”.

Sendo assim, seguindo uma série de passos, torna-se essencial à assistência social garantir que todas as pessoas sem condições de se sustentar possam gozar de direitos essenciais, que compreendem moradia, alimentação, saúde, entre outros.

No Brasil, frente às inúmeras dificuldades sociais vistas em diversos lugares, quem cuida especificamente desse campo é o Ministério da Cidadania, com base em uma série de leis e decretos – como a própria LOAS, vigente desde 1993.

Além disso, fazem parte também do campo do serviço social no Brasil tanto a Política Nacional de Assistência Social (PNAS) quanto o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), criados para informatizar e efetivar de modo mais fácil todas as políticas ligadas à assistência social, tornando mais democráticas e menos burocráticas.

O SUAS, por exemplo, faz parte de um modelo prático que descentraliza e garante que as ações sejam aplicadas na realidade, seja por meio de processos, instâncias, orientação, acolhimento, visitas, entre outros parâmetros necessários e essenciais.

Atualmente, é considerado um grande apoio para os profissionais da área no Brasil, já que descreve toda a área em si e suas peculiaridades.

É primordial para um assistente social compreender o SUAS passo a passo e estudá-lo sempre, com todas as informações atualizadas.

Felizmente, você pode conferir uma abordagem completa desse sistema em cursos online e artigos na internet sobre o tema.

Compreendido o assunto? Tem dúvidas sobre ele? Então deixe um comentário na caixa abaixo e aproveite para esclarecê-las.

Até a próxima!