Equipamentos de proteção

Equipamentos de proteção: entenda o que são os EPI’s e a sua importância

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) são itens usados pelos trabalhadores para garantir a sua segurança. Eles integram um conjunto de normas que garantem a segurança do trabalhador, são certificados por uma consultoria em segurança do trabalho e não podem faltar na execução de certas atividades. 

O uso dos EPI’s pode reduzir ou até mesmo neutralizar os acidentes de trabalho, em tarefas que envolvam perigos como altura e eletricidade, por exemplo. 

E o alerta sobre a importância do uso dos equipamentos de proteção fica mais explícito com o Anuário de Dados Estatísticos de Segurança e Saúde do Trabalhador. 

Essas estatísticas mostram a realidade de acidentes de trabalho no Brasil, onde  

um trabalhador morre a cada 15 segundos no país, durante as suas atividades laborais, apontou um relatório  divulgado em 2020 pelo Ministério do Trabalho. 

Quando o assunto é segurança do trabalhador, os equipamentos de proteção se tornam obrigatórios e indispensáveis. 

O que são equipamentos de proteção (EPI ‘s)?

Os EPI’s  são equipamentos de proteção individual que as empresas disponibilizam aos trabalhadores. Eles foram instituídos pela Norma Regulamentadora 6 (NR6) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). 

O Artigo 188 da lei 5.452, de 1° de maio de 1943, determina que, de forma gratuita, o empregador forneça todo equipamento de segurança necessário aos trabalhadores, para a prevenção de acidentes no ambiente de trabalho. 

No Brasil, os EPIs tiveram seus primeiros no ano de 1966. A Fundacentro, foi uma instituição que publicou os primeiros estudos sobre os riscos em ambientes de trabalho. 

Somente 12 anos depois, em 1978 é que surgiram as Normas Regulamentadoras de Segurança do Trabalho, que definiram o uso de equipamentos de proteção para os trabalhadores.  

Para que servem os equipamentos de proteção?

O grande número de acidentes em ambientes de trabalho e a falta de uso de equipamentos de proteção mostram o quanto esses itens são importantes. Inclusive podem até salvar vidas!

Como eles foram planejados para a prevenção e proteção dos trabalhadores, muitos acidentes e óbitos em ambientes laborais poderiam ser evitados com o uso dos EPI’s. 

Ou seja, o papel destes equipamentos é fundamental para evitar que as estatísticas de mortes e acidentes continuem crescendo nos locais de trabalho. Porque eles  previnem que o trabalhador seja vítima de acidentes ou doenças ocupacionais. 

Contudo, é importante enfatizar que os equipamentos de proteção só são obrigatórios em situações onde não é possível implantar programas de proteção que possam eliminar todos os riscos do ambiente de trabalho. 

De acordo com a NR 6, assim como é obrigação das empresas fornecer os equipamentos, os colaboradores devem usá-los no momento em que realizam atividades consideradas perigosas. 

E os fabricantes precisam informar toda a forma correta de uso dos equipamentos de segurança que é fundamental para a amenização dos riscos e a garantia da segurança do trabalho.

Quais são os tipos de EPI’s?

Depois de conhecer o que são e qual a importância dos equipamentos de proteção, veja agora quais são os principais tipos usados nas empresas. 

Os EPI’s costumam ser divididos em diferentes categorias. Elas variam de acordo com o tipo de atividade ou de riscos que o trabalhador está exposto. 

Mas independente disso, todos podem ter riscos e ameaçar a segurança e a saúde do trabalhador. Portanto, várias partes de seu corpo devem estar devidamente protegidas. 

Os tipos de EPI são: 

  • Proteção visual;
  • Proteção facial;
  • Proteção respiratória;
  • Proteção da cabeça e pescoço;
  • Proteção contra quedas.
  • Proteção auditiva;
  • Proteção das mãos e braços;
  • Proteção dos pés.

Mas quais são os EPIs mais utilizados? Para esclarecer a sua dúvida, confira abaixo uma lista que separamos sobre os principais tipos de equipamentos de proteção. 

Capacete

O capacete é considerado como um dos principais tipos de EPI, para diferentes ocupações. Como a cabeça é uma região vulnerável a diversos acidentes, protegê-la se tornou fundamental. 

O uso do capacete é obrigatório em diversas atividades, como obras ou que  envolvem eletricidade, manutenção, indústrias, entre outros. 

Calçados

Os calçados têm tipos de EPI específicos para proteger os pés. Os equipamentos de proteção incluem as botinas de segurança feitas em couro, usadas por quem trabalha em obras e indústrias, Elas evitam impactos, choques, picadas de insetos, cortes, entre outros riscos. 

As botas PVC também são equipamentos de segurança para os pés e servem para as atividades em ambientes com umidade e contaminações. Assim, é comum destinar o seu uso a trabalhadores em açougues, laboratórios, jardins, etc. 

Luvas

As nossas mãos estão muito vulneráveis a perigos e por isso, as luvas também integram o grupo dos tipos de EPI mais usados. 

Elas são exigidas em diferentes situações e para cada um, há um tipo específico. Um exemplo são as de modelo descartável, indispensáveis para a área de saúde, estética ou alimentação..

Outro tipo específico de luvas são as usadas em trabalhos de construção civil. Como  apresentam um material mais grosso, são ideais para proteger as mãos de impactos durante o manuseio de equipamentos considerados perigosos. 

Óculos

Os óculos são importantes equipamentos de proteção. Porque os olhos estão expostos constantemente aos riscos, como respingos de produtos químicos, faíscas, muita iluminação, radiações, entre outros. 

Diversas atividades exigem o uso dos óculos, que pedem modelos adequados para proteger a região da vista, oferecendo maior proteção contra luminosidade, poeira, corpo estranho e outras situações. 

Proteção de ouvido

Profissões que têm suas funções feitas em locais com exposição a ruídos precisam de equipamentos de proteção para os ouvidos dos trabalhadores. Por isso, esse tipo de EPI é muito utilizado. 

Os Protetores Auriculares têm uso obrigatório, para doenças ocupacionais futuras, nos trabalhadores que atuam em ambientes como obras, casa de shows, trânsito, entre outros exemplos. Eles evitam a exposição excessiva aos ruídos e os riscos de perda de audição. 

Entender os tipos de EPI e a sua importância nas empresas faz parte de uma inteligente consultoria para a segurança do trabalhador. 

Agora que você já conhece mais detalhes sobre os equipamentos de proteção e a importância do seu uso, não deixe de nos seguir para mais dicas sobre segurança e saúde no trabalho.