Importância de continuar adotando medidas sanitárias contra a Covid-19 mesmo depois da vacina

Importância de continuar adotando medidas sanitárias contra a Covid-19 mesmo depois da vacina

Médicos alertam sobre a importância de continuar higienizando as mãos, usando máscaras e evitando aglomerações.

De acordo com os médicos, mesmo as pessoas que já completaram o ciclo  vacinal (com as duas doses ou com dose única) devem manter as medidas sanitárias contra a COVID-19.

Inclusive, o mercado disponibiliza uma camiseta antimicrorganismos comprovadamente eficaz contra o novo coronavírus, que pode ser adotada como uma medida extra de combate à doença.

Ou seja, mesmo com o avanço da vacinação, a tendência é encontrar meios de potencializar a segurança. Sendo assim, leia este artigo e entenda a importância de continuar se protegendo mesmo após a vacinação. 

Medidas preventivas após a vacinação

Com o avanço da vacinação no Brasil,  a população começa a vivenciar o retorno de muitas atividades após o auge da segunda onda da pandemia.

Entretanto, junto à esperança trazida pela eficácia dos imunizantes, que possibilitam uma projeção da volta à normalidade, segundo alerta da comunidade científica, ainda é necessário ainda manter a cautela.

Embora a vacina seja a principal medida para o fim da crise sanitária, manter os protocolos de segurança mesmo após completar o ciclo vacinal é muito importante. 

Isso porque o organismo humano necessita de um tempo determinado para desenvolver os anticorpos contra a doença. Logo, a proteção só será concluída algumas semanas após a aplicação da dose única ou da segunda dose. A conclusão do ciclo da vacina, previne contra casos graves da doença e óbitos, por isso, os imunizantes são extremamente importantes.

Entretanto, como nenhuma vacina é 100% eficaz, as pessoas devem seguir evitando aglomerações, mantendo o distanciamento social, usando máscara e higienizando as mãos frequentemente, até que a maioria da população complete o esquema de vacinação. 

Dúvidas frequentes sobre a vacinação

Confira as principais perguntas a respeito das vacinas contra a COVID-19.

Por que usar máscaras e manter o distanciamento social mesmo após a vacinação?

Porque a resposta imunológica de cada pessoa é diferente e, se alguém estiver contaminado, expele gotículas infecciosas ao espirrar, falar, cantar ou tossir e, com isso, pode contaminar outras pessoas.

Nesse sentido, vale a pena ressaltar que andar com a máscara no pescoço, no ouvido, no queixo ou no bolso não adianta de nada. Ela deve ser usada o tempo inteiro cobrindo a boca e o nariz. Além disso, o distanciamento entre as pessoas deve ser de pelo menos dois metros. 

Quais os principais cuidados após a vacinação?

Os cuidados continuam os mesmos, já mencionados acima.

  • Máscara facial;
  • Distanciamento social;
  • Higienização frequente de mãos;
  • Evitar aglomerações. 

Outra dica importante é evitar levar acompanhantes caso você precise sair ou necessite de atendimento médico por qualquer motivo, a não ser que seja extremamente necessário.

Posso tomar a vacina com febre ou gripe?

Não. Para receber a vacina, você deve estar com as condições de saúde em dia. Caso tenha dúvidas sobre quais sintomas impedem que você seja vacinado, procure um posto de saúde e peça informações aos profissionais do local.

A importância da vacinação contra a COVID-19

É importante destacar que doenças como catapora, poliomielite, sarampo e meningite foram erradicadas devido ao sucesso da aplicação das vacinas. 

O processo de imunização fez com que as bactérias e os vírus dessas doenças, embora ainda existam, não se desenvolvessem mais nas pessoas.  E, com o avanço da tecnologia das vacinas, a tendência é que aconteça o mesmo com a COVID-19.

Por esse motivo, é fundamental que todos completem o ciclo vacinal e, se for necessário, tomem outras doses da vacina que possam vir futuramente para evitar mais uma onda da doença.