Conheça os sintomas da Cólera e aprenda a prevenir a doença

Quem já teve a doença sabe como os sintomas da Cólera podem gerar desconforto. A doença é adquirida por meio da ingestão de água contaminada e atinge principalmente locais com saneamento básico precário.

Se você mora na Bahia, comprar um purificador de água em Salvador é uma boa opção. O estado tem casos de contaminação recentes, com mais de 40 pessoas hospitalizadas e uma morte de criança após beberem água com indícios de contaminação.

Diante da relevância do assunto e do risco de contrair a doença, preparamos um conteúdo que apresenta seus principais sintomas e dá dicas valiosas de prevenção. Confira!

O que é Cólera

A Cólera é uma doença infectocontagiosa que ataca o intestino delgado. Trata-se de uma doença milenar, causada por uma bactéria chamada de Vibrio Cholerae.

Em geral, o período de incubação dura em torno de 5 dias. A bactéria consegue superar a barreira natural do corpo e começa a se multiplicar com rapidez.

Com isso, infectados experimentam uma série de sintomas que causam desidratação extrema e queda na pressão arterial.

A evolução do quadro é rápida e há o risco de morte, especialmente em crianças e idosos. Vale destacar que, na década de 90, o Brasil enfrentou um surto da doença.

Atualmente, embora controlada, alguns casos são recorrentes em regiões específicas, como Norte e Nordeste.

Como ocorre a transmissão da Cólera

Como ocorre a transmissão da Cólera

A principal via de transmissão da Cólera é o consumo de água contaminada. Mas é possível contrair a doença por meio de alimentos contaminados, uma vez que a bactéria é eliminada pelas fezes e vômitos.

Esse é um dos motivos que mais dificultam o controle de surtos da doença. Em geral, pessoas que convivem no mesmo ambiente estão mais expostas e podem apresentar os mesmos sintomas alguns dias após o contato com a bactéria.

É importante destacar que porque a Vibrio Cholerae vive em ambiente aquático. Por esse motivo rios, açudes e represas contaminadas têm grande potencial de causar epidemias, principalmente quando a água é destinada ao consumo.

Além disso, a bactéria é extremamente resistente e consegue se multiplicar em temperaturas entre 5 e 40ºC, além de sobreviver ao congelamento.

Assim, grandes centros urbanos com más condições de higiene correm riscos de surtos.

Quais os sintomas da Cólera

Afinal, quais os sintomas da Cólera? É importante dizer que a doença pode ser assintomática, mas uma parte dos casos evolui com algum desconforto.

Depois de 2 a 5 dias de ingerir a água contaminada, o paciente começa a perceber os primeiros sintomas. O quadro é consequência da multiplicação da bactéria no organismo, que causa inflamação no intestino. Confira:

  • diarreia intensa e persistente — é comum mais de 1 episódio por hora:
  • fezes líquidas esbranquiçadas, com aspecto de leite;
  • náuseas e vômitos;
  • baixa produção de urina;
  • cansaço e fadiga;
  • desidratação;
  • sensação de sede e boca seca; 
  • queda da pressão arterial.

Diante dos sintomas apresentados, é imprescindível que o paciente busque auxílio médico assim que perceba um possível agravamento.

Isso porque, a doença evolui rapidamente e pode provocar um quadro de desidratação extrema, além de necrose dos rins e hipoglicemia — quadro que pode resultar em óbito em poucas horas.

Como tratar a Cólera

O principal tratamento da Cólera é a reidratação. Em casos mais leves, o paciente pode ser tratado em casa, por meio de soros caseiros ou soluções vendidas em farmácias. 

Em casos sintomáticos mais graves, a desidratação pode desencadear outros sintomas como tonturas e fadiga.

Desse modo, a internação do paciente em ambiente hospitalar pode ser uma medida necessária, com o objetivo de administrar soro diretamente na veia e monitorar os sinais vitais.

Como a diarreia é intensa, o corpo perde muita água e sais minerais. Esse quadro é preocupante e pode prejudicar a recuperação do corpo, fazendo com que os demais sintomas se intensifiquem em poucas horas.

Além disso, após avaliação médica, alguns medicamentos para cortar a diarreia e antiespasmódicos podem ser prescritos.

Alguns profissionais também recorrem à antibióticos no controle da doença, porém isso deve ser avaliado conforme o histórico de cada paciente.

Como prevenir a Cólera

Como a Cólera é, na maioria das vezes, assintomática, a proliferação da doença é rápida, principalmente em grandes centros urbanos. Isso porque, a pessoa infectada libera os vibriões nas vezes por cerca de vinte dias.

A bactéria é encontrada com maior frequência em cidades e regiões com saneamento básico deficiente. Como já destacamos, ele é resistente e sobrevive por até cinco dias em temperatura ambiente.

Isso quer dizer que é preciso muita atenção a alguns hábitos de higiene, com a adoção de medidas preventivas eficazes. Veja algumas providências simples e eficientes:

  • separação e descarte adequado do lixo doméstico e hospitalar;
  • medidas públicas que evitem o descarte de fezes em rios e fontes de água;
  • aquecimento de alimentos prontos acima de 80 graus;
  • higienização frequente das mãos;
  • purificação eficiente da água destinada ao consumo humano.

É importante dizer que, no caso de não ser possível a purificação da água, é importante ser feita a sua fervura. A medida é eficaz, sendo capaz de matar a bactéria.

Uso de purificadores de água pode prevenir a Cólera

O uso de purificadores de água é uma estratégia eficiente e sustentável no enfrentamento da Cólera e outras doenças transmitidas por meio de água contaminada.

Sem dúvidas, o produto tem vantagens expressivas que garantem a qualidade e pureza da água.

Diferentemente dos filtros, que apenas retiram algumas impurezas e partículas sólidas, o purificador é mais eficiente e realiza uma limpeza profunda na água.

Assim, ele é capaz de eliminar vírus, bactérias, protozoários e outros microrganismos nocivos à saúde humana. 

Portanto, investir em um purificador para ambiente doméstico ou empresarial é uma alternativa interessante. Com um baixo custo, é possível prevenir os sintomas da Cólera apresentados.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência, você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLeia mais