Adenomiose – tipos, sintomas e tratamentos

Uma das doenças mais comuns que afetam as mulheres é a Adenomiose, ela atinge cerca de 30 a 60% da população feminina em idade fértil. 

A idade fertil de uma mulher começa com a primeira menstruação, período chamado de menarca, onde a adolescente fecha o ciclo da infância para iniciar o processo de fase adulta.

Pouco diagnosticada, a adenomiose pode apresentar sintomas semelhantes a endometriose, outra doença que afeta muitas mulheres. 

Mas no caso da adenomiose, as células do tecido endometrial afetam a musculatura do útero causando dores de cólica menstrual, sangramentos e demais sintomas relacionados à doença.

Quer saber mais sobre a adenomiose? Então continue a leitura deste artigo, veja quais os tipos, sintomas e como tratar adenomiose, uma doença que afeta o aparelho reprodutor feminino.

Continue a leitura e fique por dentro das dicas femininas importantes deste post.

Quais os tipos de adenomiose?

Assim como a endometriose, a adenomiose possui alguns tipos de classificação, mas de modo geral, a doença afeta o útero da mulher.

A adenomiose é classificada por dois tipos, conforme sua localidade, uma atinge o útero de forma focal e a outra difusa. 

Em casos de adenomiose focal a síndrome afeta apenas uma região do útero, já a adenomiose difusa afeta o útero como um todo.

Na categoria de adenomiose focal está a adenomioma, um tipo específico da doença caracterizado por um nódulo com vestígios endometriais no seu interior. 

A profundidade dos focos da doença também sugerem sua intensidade, sendo menor que 1 ⁄ 3 classificada como adenomiose superficial e passando disso, é considerada adenomiose profunda.

É importante saber que a mulher com adenomiose tem mais chances de desenvolver a endometriose.

Conheça os sintomas da adenomiose

Entre os sintomas mais comuns da adenomiose estão as cólicas menstruais intensa e frequentes, inchaço no útero, dores durante as relações sexuais, sangramentos e aumento do fluxo menstrual, distenções abdominais e também pode causar dificuldade para engravidar.

Saiba que muitas mulheres podem não apresentar os sintomas, isso depende também da intensidade da doença e do tipo de adenomiose.

Saiba quais são os tratamentos para adenomiose

Antes de saber quais os tratamentos para a adenomiose, saiba que o diagnóstico da doença é feito a partir de um exame clínico, ultrassografia e ressonância magnética. Por isso, é importante ter um acompanhamento médico especializado.

Os tratamentos indicados em casos de adenomiose estão relacionados ao uso de medicação hormonal como os anticoncepcionais, implantes hormonais, aplicação de Diu, uso de anti-inflamatórios e orientação para uma dieta balanceada com ferro e alimentos para aumentar o nível de vitamina D, entre outras vitaminas importantes.

Em alguns casos também são indicadas as cirurgias como a laparoscopia, que consiste em uma análise mais detalhada do órgão.

Adenomiose