Como funciona o onboarding de funcionários? – Aprenda em apenas 5 fases!

Como funciona o onboarding de funcionários? Um bom onboarding depende, principalmente, do mindset Recursos Humanos. No contexto de recursos humanos, o onboarding é um processo estratégico de orientação de novas contratações. O objetivo é incentivar sua inserção na empresa, ajudando-os a compreender sua cultura e dinâmica, para que sejam produtivos no menor tempo possível.

Acontece muitas vezes que os colaboradores abandonam os seus postos de trabalho passados apenas há alguns meses: não se sentem à vontade, não conseguem se integrar nem se sentirem valorizados. Isso gera perda de tempo e recursos preciosos para a empresa, tornando o trabalho de recrutamento desnecessário.

Um processo de onboarding estruturado é a maneira mais eficaz de cultivar um local de trabalho onde os funcionários se sintam imediatamente apreciados e engajados. Neste conteúdo, vamos explicar de forma detalhada cada uma das fases desse processo, para que compreenda como funciona o onboarding de funcionários. Leia conosco, vamos lá!

Como funciona o onboarding de funcionários em 5 fases

1. Recepção

A recepção não é apenas uma formalidade. O processo de onboarding deve começar antes do primeiro dia de trabalho. A recepção do novo colaborador deve deixar um sentimento positivo, criar empatia e motivação.

Aqui, então, é que o telefonema de um gerente ou de um colega, com quem o novo funcionário terá que colaborar, assume um valor incrível no aumento da motivação e do entusiasmo.

Ou então, um e-mail de boas-vindas enviado alguns dias antes do início dos trabalhos pode se transformar em uma preciosa bússola para orientar o novo recurso.

2. Onboarding com visita guiada

Quando o novo funcionário entra na empresa é importante reiterar uma visão geral da missão corporativa e dos valores que a impulsionam. Mas não é só isso, é preciso apresentar os colaboradores da empresa para definir o seu papel no quadro geral.

O primeiro dia deve permitir que o novo colaborador mergulhe no contexto de trabalho e esta fase deve ser o mais pessoal possível.

Por fim, para se familiarizar com o local de trabalho, principalmente se a empresa for muito grande, uma visita guiada é uma das prioridades iniciais. O novo funcionário deve ser capaz de se mover de forma independente desde o primeiro dia, sem se sentir sobrecarregado.

3. Momentos informais para criar empatia

Como funciona o onboarding de funcionários em um âmbito mais informal? Não negligencie os momentos informais e os aproveite para permitir que o novo funcionário se conecte com os colegas, crie e cultive bons relacionamentos.

Um almoço informal no primeiro dia, bem como os coffee breaks diários podem ser ocasiões ideais para começar a fazer com que o novo colaborador se sinta parte da empresa. Nesta fase, o envolvimento dos colegas e da gestão é essencial para criar um ambiente de trabalho empático e motivador.

4. Objetivos e treinamento a serem alinhados desde a fase de onboarding

Além dos aspectos relacionados ao relacionamento interpessoal e onboarding da empresa, uma etapa delicada diz respeito aos objetivos a serem alcançados durante o período de onboarding.

Elaborar um checklist detalhado e personalizado com base nas características da pessoa e em seu potencial tornará o processo de onboarding corporativo mais equilibrado e direcionado.

A definição de objetivos e percursos formativos personalizados, permitirão ao novo colaborador saber o que a empresa espera dele. Ele terá todas as ferramentas necessárias para expressar melhor seu potencial e se dedicar às suas funções com competência e segurança.

5. Análise de desempenho mensal

Por fim, a análise de desempenho mensal é necessária para verificar o andamento do processo de onboarding e, se necessário, modificar as estratégias operacionais implementadas. Além disso, pedir feedback ao funcionário sobre o processo de contratação e entender seus sentimentos é essencial para garantir sua permanência na empresa.

Assim, o papel dos recursos humanos não termina com a contratação, mas continua monitorando periodicamente a trajetória de carreira dos novos contratados com reuniões periódicas. A avaliação de desempenho mensal, não apenas na fase de onboarding, contribui para as estratégias de crescimento da empresa.

Benefícios do processo de onboarding

Você já sabe como funciona o onboarding de funcionários, mas e quais são seus benefícios? Um onboarding eficaz é uma estratégia que uma empresa pode realizar com um investimento relativamente pequeno de tempo e dinheiro. Se configurado corretamente, os benefícios são de um onboarding bem realizado são inúmeros, como:

  • Redução de custos de treinamento de pessoal;
  • Melhoria de desempenho;
  • Redução da rotatividade de funcionários;
  • Produtividade maior;
  • Aumento da retenção de talentos.

As dicas que vimos juntas são diretrizes para começar a desenvolver seu processo de inserção na empresa. Mas, eles devem ser adaptados às necessidades do seu negócio.

O processo onboarding é uma maneira poderosa de melhorar a satisfação e a retenção dos funcionários. No entanto, isso deve surgir como resultado de um criterioso processo de busca e seleção para identificar os melhores candidatos. Esperamos ter ajudado a solucionar sua dúvida principal sobre como funciona o onboarding de funcionários. Até a próxima!

Como funciona o onboarding de funcionários