Onde um profissional de TI pode trabalhar?

Se você acabou de se formar em TI, é provável que esteja passando por um misto de sensações. Afinal de contas, ao mesmo tempo que você se sente capaz de abraçar algumas responsabilidades, pode ter alguns outros receios.

Onde um profissional de TI pode trabalhar? Na verdade, essa é uma questão bem abrangente, uma vez que a área de TI é muito ampla, possuindo diferentes cargos e salários. Fora isso, há funções bem desafiadoras, as quais exigem maior conhecimento.

Inclusive, até mesmo aquelas pessoas que já estão nesse setor a muito tempo podem ter algumas dúvidas, já que é uma área em constante movimento. Por isso, no artigo de hoje, vamos falar sobre quais são as possibilidades de atuação para quem é profissional de TI.

Quais são as principais áreas de TI?

Falar sobre esse assunto é muito extenso, haja vista que literalmente qualquer empresa precisa de pelo menos um profissional de TI. Afinal de contas, os processos têm se tornado digitais, e é importante estar de acordo com essas exigências.

Sendo assim, o profissional de TI não precisa atuar, necessariamente, em uma empresa de tecnologia ou internet. Ele pode trabalhar nos setor hospitalar, por exemplo, auxiliando em diversas questões de dados, por exemplo.

Por isso, nos tópicos abaixo, iremos falar sobre algumas áreas que o profissional de TI é capaz de atuar. Sem mais delongas, vamos ao que importa.

Segurança da Informação

De todas, essa é a área de TI que mais paga bem para aqueles que são iniciantes. Afinal de contas, ter segurança é primordial para todas as empresas, e elas estão dispostas a pagar o valor justo por esse profissional.

Por isso, o salário desse setor recebe, em média, de R$2100 até R$9000 mais ou menos.

Caso o profissional possua um certificado ITIL, seu salário pode ter um bônus.

Como o próprio nome diz, a sua responsabilidade é de proteger os dados de uma empresa, em diversas vertentes. Para tal, ele deve criar algumas barreiras para resguardar a segurança de tudo.

Desde os equipamentos até os sistemas operacionais de servidores ou clientes, quando houver. Fora isso, ele deve monitorar possíveis tentativas de ataques e, caso ocorra alguma invasão, ele deve trabalhar para eliminar essas ameaças.

Por conta disso, ele precisa ter conhecimento em protocolos, como as inter-redes, ferramentas de monitoramento, configuração de redes, TCP/IP etc. Ademais, ele deve sempre ficar de acordo com as novidades relativas ao seu setor.

Suporte técnico

É bem provável que você conheça essa área de atuação, uma vez que há um tempo, essa era a primeira imagem que se tinha de uma pessoa que trabalha com TI. Em suma, esse é o profissional responsável por solucionar alguns problemas do dia a dia de uma empresa.

Sendo assim, ele deve consertar computadores, impressoras, acessos aos sistemas operacionais e coisas do gênero. Por isso, ele deve entender de estrutura de redes em geral, bem como usar um sistema de gestão de TI, hardware, software e banco de dados.

Programação

A área de programação por si só já é bem extensa. Mas, no geral, esse profissional deve lidar com diversas linguagens de programação. Por isso, ele é capaz de trabalhar em diversos setores, dentro do mesmo nicho.

Ou seja, ele pode criar desde softwares empresariais até os pessoais, por exemplo. Ou, se ainda quiser, é capaz de atuar na criação de sites ou aplicações web, bem como fazer manutenção de tudo o que citamos neste tópico.

No entanto, o ideal é que o programador saiba em qual área deseja atuar, para se focar em estudar a linguagem específica. Mas, de início, ele pode entender sobre códigos comuns da internet, como CSS, HTML etc.

Qualidade de Software

Essa é uma área um pouco menos conhecida, mas que ainda assim detém a sua importância. A qualidade do software se aproxima um pouco da programação. A sua função é ideal para garantir o bom funcionamento de aplicativos, antes mesmo deles chegarem ao mercado.

Ou seja, ele é o responsável por testar um determinado software, averiguar se há algum erro, bug etc. Sendo assim, ele deve fazer todos os testes possíveis, para poder sugerir possíveis melhorias ou correções, por exemplo.

É algo importante porque, sem uma boa equipe de testes, os usuários finais não irão ficar satisfeitos com um programa e, por consequência, acaba sendo algo negativo para a empresa ou organização.

Administração de Redes

Nos dias de hoje, estar conectado à internet é tão fundamental quanto a própria conexão da empresa. E essas duas funções quem deve fazer é o administrador de redes. Fora isso, ele também deve ficar atento em relação aos recursos computacionais.

Onde um profissional de TI pode trabalhar