7 dicas para organizar as contas em menos de 10 minutos

Aprender como organizar as contas do mês é um passo fundamental para ter uma vida financeira saudável e a boa notícia é que isso não precisa ser um processo demorado e burocrático.

Com as técnicas certas, você pode criar um orçamento pessoal rapidamente para alcançar suas metas financeiras.

Quer ver como é possível?

Continue lendo e coloque nossas dicas de como organizar as contas do mês em prática.

Como organizar as contas do mês: 7 dicas

Se você não sabe como organizar as contas do mês, temos algumas dicas práticas para fazer isso em poucos minutos.

Confira.

1. Calcule sua renda líquida

O primeiro passo para entender como organizar suas contas do mês é descobrir quanto você ganha.

Se você tem um emprego fixo com carteira assinada, esse valor é o do seu salário líquido, ou seja, o dinheiro que entra na sua conta após todos os descontos descritos no holerite (INSS, Imposto de Renda, benefícios, etc).

Para quem trabalha como PJ, a renda líquida é o valor recebido após descontar despesas como impostos e custos para a venda de produtos ou prestação de serviços.

O importante é descobrir qual a sua receita total no mês para começar a organizar suas contas.

2. Liste todas as suas despesas

Com a receita mensal calculada, o próximo passo é listar todas as suas despesas.

Você pode dividi-las em três categorias:

  • Despesas fixas: gastos que não variam ou variam pouco mensalmente, como aluguel, prestações e serviços por assinatura;
  • Despesas variáveis: gastos que variam de acordo com a frequência e intensidade do consumo, como as contas de água e luz, combustível do carro e alimentação;
  • Despesas eventuais: são despesas esporádicas difíceis de prever, como manutenção no carro, gastos com medicamentos e reparos na casa em geral.

3. Corte gastos desnecessários

Ao listar suas despesas, você já pode começar a eliminar os gastos desnecessários para tornar seu orçamento mais enxuto.

Alguns exemplos são serviços por assinatura que você não usa muito, excessos no uso de recursos como água e energia, e compras que estão fora das suas prioridades.

Lembrando que seu objetivo é gastar menos do que ganha para conseguir poupar e manter uma vida financeira equilibrada.

4. Use uma planilha para organizar as contas

A melhor forma de organizar suas contas é usando uma planilha para registrar todos os ganhos e gastos.

Você poderá acompanhar a evolução das suas contas mês a mês, definir metas de economia e manter o controle sobre todos os gastos.

Assim, você sempre saberá para onde está indo seu dinheiro, quais custos podem ser cortados ou reduzidos e quanto é possível poupar com a sua renda.

Você também pode usar um aplicativo ou software específico para isso, mas a planilha é uma forma mais simples e prática de começar.

5. Defina seu orçamento

Com as contas organizadas em uma planilha, você já pode definir um orçamento com o objetivo de gastar menos do que ganha.

Para isso, você pode usar o método 50-30-20, que divide sua renda da seguinte forma:

  • 50% para gastos essenciais: metade do seu dinheiro deve ser direcionado aos gastos essenciais como aluguel, contas, supermercado, plano de saúde e outros;
  • 30% para gastos supérfluos: um terço da renda pode ser direcionado a produtos e serviços que não são totalmente necessários, como vestuário, lazer, decoração, etc.;
  • 20% para dívidas e investimentos: o restante da renda deve ser destinado aos objetivos financeiros, que podem ser investimentos e/ou dívidas.

Com essa divisão, você consegue se organizar para atingir seus objetivos e manter um nível de consumo saudável.

6. Guarde todos os boletos

Para organizar melhor suas contas, lembre-se de guardar todos os boletos e faturas em uma pasta no computador ou na nuvem.

Uma ideia é criar pastas para cada mês e ir acompanhando a evolução das suas contas, de modo a identificar possíveis reajustes e controlar melhor suas finanças.

7. Abra uma conta digital

Se está difícil acompanhar todos os seus gastos e ganhos, a solução é abrir uma conta digital.

Dessa forma, você não paga taxas pelo serviço e consegue monitorar o que entra e sai da sua conta a qualquer hora e lugar, com a ajuda de um aplicativo no celular.

Além disso, os bancos digitais oferecem facilidades como cartão de crédito sem anuidade, saldo inteligente para classificar seus gastos e investimentos em renda fixa que rendem mais que a poupança.

Gostou das dicas para organizar suas contas em menos de 10 minutos?

Continue acompanhando nossos conteúdos para ter uma vida financeira mais saudável.

dicas para organizar as contas em menos de 10 minutos