O que as empresas estão fazendo para a retomada aos escritórios?

A retenção de talentos deve ser uma das maiores preocupações de qualquer RH. E isso tem motivo: mesmo empresas de grande porte e longo tempo de vida não são nada sem um corpo de funcionários satisfeitos, dispostos a dialogar e com verdadeira dedicação àquilo que precisam fazer.

retomada aos escritórios

Para garantir que não perderão grandes colaboradores para outras empresas, as companhias têm atuado não apenas no fortalecimento da cultura organizacional e na criação de espaços seguros para a troca de informações e feedback, mas no oferecimento de benefícios corporativos.

Entre os benefícios que mais têm sido oferecidos aos colaboradores estão: possibilidade de home office - por um ou vários dias na semana -, plano de saúde, descontos em academias e espaços de saúde, vale-cultura e plano de previdência privada corporativa (este último, aliás, tem sido realmente muito desejado).

Na época da pandemia, têm saído na frente também as empresas que buscaram e ainda buscam rastrear o estado emocional de seus colaboradores. Para tal, elas podem oferecer descontos em terapia, parcerias com clínicas do gênero e afins, mas também fazer reuniões e conversas periódicas para falar sobre o assunto.

Nas últimas semanas, temos falando bastante sobre a retomada das atividades cotidianas. Muitas empresas já têm chamado os seus trabalhadores de volta, embora a pandemia do novo coronavírus ainda não esteja controlada e boa parte da população ainda não tenha tomado o imunizante, que é recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

O que tem sido feito, por parte das companhias, para manter os trabalhadores menos estressados e, dentro do possível, seguros? Falaremos sobre isso a seguir.

Retomada: o que as empresas têm feito?


A verdade é que o home office tem sido cogitado como opção definitiva por uma série de companhias, uma vez que se trata de um modelo de negócios que, muitas vezes, acaba sendo bastante econômico.

Além disso, muitos trabalhadores têm relatado melhorias na qualidade de vida desde a implementação do sistema em questão.

Alguns trabalhos, porém, não permitem que toda a equipe atue de forma remota. Nesses casos, o retorno presencial é obrigatório - e, para tal, é dever da empresa tomar alguns cuidados.

Caso estejamos falando de um escritório, será necessário fazer algumas mudanças de espaço, o que pode implicar também em mudança de mobília: as cadeiras não podem mais ficar tão próximas e as mesas, de preferência, devem estar pelo menos dois metros distantes umas das outras.

As conversas não devem ser estimuladas; na verdade, é sempre melhor que a comunicação seja feita à distância, por meio de mensagens em ambiente virtual ou, no máximo, com distanciamento - também de pelo menos dois metros.

Reuniões, quando feitas em ambiente presencial, devem respeitar a mesma regra. Caso estejam todos reunidos em uma sala, as cadeiras devem estar afastadas, não deve haver compartilhamento de canetas e similares e, claro, todas as janelas devem estar abertas. Ar condicionado, neste momento, não tem vez.

Outros cuidados esperados


Caso a companhia tenha o costume de oferecer alimentação para os funcionários, é preciso que ela busque dialogar com fornecedores e, então, desenvolver um método para que as refeições sejam entregues sem excesso de contato.

Muitas empresas têm apostado em marmitas prontas, devidamente lacradas, que são dadas ao funcionário após rigorosa higienização. Isso, porém, pode ser bastante caro - o que tem feito com que a melhor opção, em muitos casos, seja oferecer vale-refeição.

O problema do vale-refeição é o seguinte: ele obriga o trabalhador a sair da empresa no horário de trabalho e a se expor de alguma forma, visto que terá que tirar a máscara para se alimentar. O ideal é que o funcionário seja conduzido a um estabelecimento cuidadoso ou, pelo menos, que seja instruído a procurar por esse tipo de restaurante.

Coffee breaks e conversas na cozinha devem ser desestimulados. Embora a socialização seja parte importante do cotidiano da empresa e fundamental para o fortalecimento dos laços entre equipes, é nesse momento que as pessoas tendem a conversar com a máscara abaixada.

O álcool em gel, como sabemos, deve estar presente em todas as superfícies da companhia e ser oferecido em abundância. No início ou no final do expediente, todo o escritório deve ser corretamente higienizado.

Para garantir que todos acompanhem essas normas, que podem levar algum tempo para serem absorvidas, o RH deve enviar um material bastante completo para cada funcionário, além de disponibilizá-lo em quadros, folhetos e similares.
Postagem Anterior Próxima Postagem