Por que usar tônico facial?

O produto esteve fora das rotinas de cuidados faciais nas últimas décadas e agora volta com força para compor o skincare; saiba como e por que usá-lo.

tônico facial?

Prezar por uma pele saudável tem sido prioridade para um número cada vez maior de pessoas. O setor de beleza no Brasil, que já vinha em alta nos últimos anos, cresceu ainda mais durante o período de isolamento social imposto pela pandemia da COVID-19. Dados da Decode, empresa de data analytics, indicam aumento de 66% nas buscas pelo termo “skincare” no Google entre fevereiro e abril de 2020.

Uma rotina de cuidados com a pele, especialmente do rosto, envolve etapas como limpeza, esfoliação e hidratação. Com o avanço da tecnologia e o interesse cada vez maior do público, outras etapas se tornaram prioritárias durante o skincare, como a tonificação, realizada com a aplicação do tônico facial.

O produto, febre no final do século passado, era antes considerado um aliado à limpeza do rosto, mas incluía alta concentração de álcool e outras substâncias agressivas à microbiota cutânea. Hoje, com novas fórmulas e finalidades, o tônico facial é responsável por fazer a ponte entre a limpeza e o tratamento da pele.

O que é um tônico facial e por que usá-lo


Com textura líquida e leve, o tônico é um cosmético indicado para, como o nome indica, tonificar a pele. Seu papel é ajudar na limpeza do rosto e auxiliar no equilíbrio do pH cutâneo. O uso do tônico também é fundamental para preparar a pele para a aplicação de outros produtos, como o hidratante e o protetor solar.

De forma geral, sua aplicação ajuda a fechar os poros abertos após a limpeza, ativa a circulação na região, refresca e nutre a pele, e aumenta a luminosidade do tecido. O produto ainda pode oferecer outros benefícios, de acordo com a sua composição.

A tonificação da pele do rosto ainda ajuda a fortalecer as células que compõem o tecido, o que a torna uma etapa fundamental para quem busca uma pele mais firme e viçosa.

Tipos de tônico e indicações


Assim como hidratantes ou sabonetes, o tônico facial é uma categoria ampla, com diferentes recomendações de uso e benefícios conforme as substâncias que o compõem. Conheça os tipos de tônicos e qual a indicação de uso para cada um.

Adstringente


O tônico facial adstringente é responsável por auxiliar no controle da oleosidade da pele. Seu uso é recomendado para peles oleosas ou mistas, que apresentam maior concentração de óleo na zona “T” (composta por testa, nariz e queixo). Entre os principais benefícios estão o fechamento dos poros e o controle da acne.

Hidratante ou emoliente


Indicado para peles secas ou normais, o tônico facial hidratante é responsável justamente por ajudar a reter a hidratação cutânea, contribuindo para a nutrição, a maciez e o viço da pele. O cosmético também leva o nome de tônico emoliente.

Renovador ou estimulante


Ideal para amenizar os sinais de envelhecimento, o tônico facial renovador é também chamado de tônico estimulante. Seu papel é aumentar a velocidade da renovação celular, gerando um processo de esfoliação química. O resultado é uma pele mais suave e com aparência jovem. A recomendação de uso é para peles maduras.

Calmante


Sugerido para peles irritadas e propensas à acne inflamada ou descamação, o tônico facial calmante reúne propriedades anti-inflamatórias e relaxantes para a pele. Seu papel é acalmar a pele avermelhada, áspera ou com ardência.

Como encaixá-lo na rotina de skincare


O processo de skincare pode ter mais ou menos etapas, mas sempre inclui a limpeza e a hidratação. A tonificação ocorre entre esses dois passos.

Para usar o tônico facial, aplique uma pequena quantidade do produto em um disco de algodão. Passe suavemente por todo o rosto com movimentos circulares e deixe-o secar completamente. Em seguida, aplique o hidratante facial de sua preferência.

O tônico pode ser aplicado mais de uma vez ao dia, caso a rotina de cuidados com a pele seja feita pela manhã e à noite.
Postagem Anterior Próxima Postagem