Lingerie básica: tendência, conforto e liberdade

Saiba tudo sobre a lingerie básica, esse conjunto de peças práticas, versáteis e estilosas
Lingerie básica

Apesar de a lingerie expressar sensualidade, romantismo e elegância, é preciso levar diversos detalhes em consideração para que seja possível equilibrar o conforto desse conjunto com a beleza normalmente buscada.

E, graças às peças tecnológicas, hoje em dia essa tarefa é mais simples, visto que a tecnologia já se tornou uma tendência da moda íntima. Lingeries muito confortáveis, que não marcam por baixo da roupa e que permitem que a pele respire melhor só existem devido à evolução da indústria têxtil.

Especialmente prática, a lingerie básica não possui muitos detalhes e conta com cores neutras e linhas simples, ocupando as primeiras colocações no quesito conforto.

Além disso, ela é muito versátil, visto que é ótima não somente para trabalhar, mas também para o dia a dia, para praticar esportes e também para usar a noite.

Entretanto, é importante ressaltar que o conceito de roupas íntimas vai bem além de calcinha e sutiã. Atualmente, essas peças são consideradas símbolos da luta feminina por igualdade e liberdade.

Não à toa, há quem use lingeries como roupa principal, algo que seria impossível de imaginar há algumas décadas.

Benefícios e funcionalidades das lingeries básicas

Veja abaixo as funcionalidades e os benefícios que as peças íntimas básicas oferecem para as mulheres.

Praticidade no cotidiano

Mulheres que possuem uma rotina repleta de atividades sabem a importância de usar uma lingerie que não marque sob a roupa e não incomode.

Por isso, apostar em sutiãs confeccionados em tecidos maleáveis e firmes ao mesmo tempo, com design anatômico e alças resistentes, é uma ótima opção.

Peças que modelam o corpo, como calcinhas e bodies com reforço na região abdominal e na lateral, também são boas aliadas.

Liberdade nos movimentos e segurança

As lingeries de tecidos macios são perfeitas para praticar atividades físicas, como caminhada e treino na academia, cuidar de crianças ou qualquer ocasião em que seja preciso se movimentar mais.

Calcinhas e tops de microfibra e poliamida ou de algodão com elastano, que sejam firmes e mantenham tudo no lugar, são excelentes apostas.

Conforto em casa

Ficar em casa é o momento ideal para usar aquela peça íntima confortável, que proporciona tanta liberdade que até parece que não está sendo usada.

O conforto deve ser o ponto principal das lingeries, afinal, de nada adianta escolher uma peça íntima linda se ela não te deixa fisicamente bem.

 

Lingerie básica e estilosa

Não é porque o item é básico que ele não pode ser sensual e estiloso. Além de detalhes como texturas e rendas, o design também é fundamental e pode deixar a peça atraente, seja por um efeito que levanta os seios ou por um decote mais profundo, por exemplo.

As peças pretas são boas pedidas, uma vez que por si só já trazem um ar de sensualidade, assim como tecidos acetinados e firmes.

Versatilidade é tudo

Há vários estilos de lingerie básica e os especialistas recomendam que as mulheres não fiquem somente nas mais tradicionais, como nude, branca, preta, entre outras.

As peças íntimas básicas podem e devem ter estampas criativas e cores mais diversificadas, que ajudem a refletir a personalidade e os gostos de quem as usa.

Apostar em calcinhas e sutiãs lisas em tons como vermelho, verde, laranja e azul, além das estampas como corações, animal print e listradas, são ótimas escolhas.

Descarte as lingeries velhas

Muitas mulheres acabam caindo na rotina de usar muitas vezes aquele conjunto de sutiãs e calcinhas já bem “surradinhos”. Embora essas peças sejam muito confortáveis, as marcas do tempo certamente estão presentes.

Por isso, lingeries básicas com costura desfiada, cor desbotada, alças frouxas ou até mesmo furos no tecido devem ser descartadas.