Gato em apartamento

Gato em apartamento: como melhorar a vida do animal?

Os amantes de felinos sabem como os gatos são amorosos, brincalhões e espertos. Eles costumam ter energia para ir longe, quando não cuidados podem até sumir por uns dias.

Por essas características, surge a preocupação de quem mora em apartamento, mas deseja ter um gato. Como criar gato em apartamento pequeno? Como dar uma boa qualidade de vida ao pet? Aonde ele vai fazer xixi? E se ele fugir pela janela?

Essas dúvidas são comuns e mostram que você se importa com seu animalzinho. Para te ajudar, preparamos esse conteúdo com dicas para que seu gato viva bem, mesmo em apartamento.

Vamos lá!

Dicas de como criar gato em apartamento

São vários os fatores a serem considerados para que o felino tenha tudo que precisa, veja algumas dicas:

1- Caixa de areia

Uma das maiores preocupações de quem vai ter gato em apartamento é com onde o animal vai fazer suas necessidades, já que não pode sair para fora.

Felizmente, a solução é fácil: a caixa de areia para gatos. No começo pode ser um pouco difícil, mas os felinos costumam se adaptar muito bem com o local, não urinando por partes aleatórias da casa.

A dica é não deixar a caixa de areia no mesmo ambiente onde estão sua comida e água. Isso porque os animais podem ser bem enjoados em relação aos cheiros.

O mais indicado é que a caixa fique localizada no banheiro ou na lavanderia.

2- Proteção nas janelas e sacadas

Os gatos costumam ficar assustados com mudanças de ambiente e tendem a fugir, por isso e também pela segurança do pet, o indicado é colocar telas nas janelas e nas sacadas.

Se possível, a instalação das telas deve acontecer antes mesmo da mudança para o apartamento. É possível encontrá-las em empresas de redes de proteção em curitiba.

3- Ofereça opções de brinquedos

Criar gato em apartamento é totalmente possível, porém é necessário pensar na saúde física e mental do bichinho.

Muitas pessoas precisam trabalhar o dia todo e o gato fica sozinho em casa, só tendo contato com os donos pela noite. Isso não é saudável para o animal, ele precisa brincar e gastar energia.

Por isso, a dica é investir em brinquedos alternativos para gatos, existem várias opções divertidas que os possibilitam brincar sozinhos.

4- Castrar o gato

Os gatos quando não são castrados tendem a fugir, além disso as fêmeas quando estão no cio podem ficar miando mais do que o normal, o que acaba incomodando os vizinhos.

A castração é uma opção saudável para evitar que o animal tente sair do apartamento e também evita que ele urine em lugares fora da caixa de areia para marcar território.

5- Priorize uma boa alimentação

Uma dica essencial tanto para gatos de apartamento, quanto para os que moram em ambientes abertos é focar em uma boa alimentação.

O animal precisa estar saudável, independentemente de onde esteja, além disso o fato de ser criado em apartamento pode causar ansiedade e levá-lo a comer mais.

Por isso, o ideal é investir em rações de qualidade para que o gato se mantenha nutrido e não fique obeso, o que também faz mal a sua saúde.

6- Passeios pelo condomínio

Muitos pensam que apenas os cachorros precisam e podem sair passear. Mas isso é mentira, os gatos também necessitam gastar energia e estimular seus sentidos.

A dica é levar o gato passear nas áreas permitidas do condomínio, com o uso do peitoral, uma garantia para que o animal não fuja caso se assuste.

São várias as opções para tornar a vida do seu amiguinho melhor ainda, o importante é que ele possa estar saudável, possa gastar energia e se sentir confortável, independentemente de onde mora.