Pré Black Friday

Pré Black Friday: como consumidores podem se preparar para fazer boas compras na data

Pré Black Friday é o tema do texto de hoje. Ter uma lista, elencando prioridades, é um ótimo exercício para fazer antes; veja outras dicas para aproveitar o dia da melhor forma

Sabe aquele eletrodoméstico, móvel ou acessório que é o seu objeto de desejo há tempos? A Black Friday 2021 pode ser a oportunidade que você estava esperando para, finalmente, poder adquiri-lo. 

Em algumas lojas o preço pode cair significativamente e as condições, como frete grátis, também ajudam a tornar a compra mais viável e econômica.

Como ainda faltam alguns dias para a data, que este ano vai ser no dia 26 de novembro, é importante que você se prepare, pois quem está preparado faz negócios melhores.

Enquanto você segura a ansiedade, que tal colocar em ação as dicas de ouro dessa lista? Aprender com as experiências de quem está acostumado a comprar na Black Friday, inclusive, também é uma boa maneira de se preparar.

Faça uma lista de prioridades

Nem sempre o nosso orçamento dá para comprar tudo o que a gente gostaria, mas também não faz mal sonhar. Um bom jeito de se preparar para as compras é fazer uma lista de tudo o que quer, elencando prioridades. Vale enumerar mesmo, de 1 até o número de coisas que você gostaria de comprar, caso possa.

Assim, no dia 26 de novembro você pode começar colocando no carrinho aqueles produtos que estão nas primeiras posições da lista.

Depois, se as ofertas forem melhores que o esperado, quem sabe consiga incluir também mais algum(ns) mimo(s) para você mesmo?

Pesquise para ter uma boa noção de preços

Uma das melhores formas de se preparar para identificar, no dia, se aquela oferta é mesmo tão imperdível quanto diz ser, é sabendo quanto é a média de preço normal daquele produto que você deseja.

Observar os valores dos fretes para o seu endereço também é uma boa ideia, pois a entrega influencia no preço total.

Durante os dias que antecedem a Black Friday, aproveite para pesquisar, no máximo de locais possíveis, quanto custa aquele item. Vale também se atentar para a possível variação de preços, identificando onde é mais barato. 

No Dia D, pode ser uma boa ideia começar pelos sites que já tinham ofertas melhores, pois a tendência é que os preços neles sejam ainda mais atrativos, embora nem sempre isso aconteça.

A internet é uma ferramenta que facilita muito essa tarefa, pois você pode visitar várias lojas sem sair de casa e ainda ativar alertas em alguns sites, que te avisam quando os preços caem, por exemplo.

Verifique a confiabilidade do anunciante

A Black Friday é uma ótima oportunidade para fazer boas compras, mas é preciso ter cuidado para não cair em golpes. Por isso, é importante saber, antes, se aquele site no qual pretende comprar é confiável.

É importante checar, por exemplo, se aquela loja possui endereço físico e telefone de contato. Também vale verificar se aparece um cadeado do lado esquerdo da barra de busca, ícone que costuma indicar que aquele site é seguro.

Mesmo que você pretenda pagar por boleto ou PIX, desconfie daqueles sites que não aceitam pagamento por cartão.

Pode ser uma estratégia para não ter que passar pelas verificações de segurança da operadora e, caso a compra dê errado, você tem menos chances de recuperar o dinheiro.

Leia as avaliações

Essa dica vale tanto para o produto quanto para o site no qual você pretende comprar. Enquanto pesquisa, observe se quem comprou naquele endereço ficou satisfeito com o prazo de entrega e as condições nas quais o produto chegou, por exemplo.

Leia também o máximo de avaliações sobre aquele objeto no qual pretende investir. Veja se as pessoas estão satisfeitas com aquele modelo ou marca e, em caso negativo, considere outras opções. Esse é o jeito mais seguro de evitar decepções.