Cuidados com as contas de casa para não entrar em dívidas

Cuidados com as contas de casa para não entrar em dívidas

Qualquer pessoa que tenha contas se acumulando em casa sabe como é estressante se perguntar se haverá dinheiro suficiente para pagar todas as despesas no fim do mês. Por isso, é necessário que você saiba os cuidados com as contas de casa para não entrar em dívidas.

Além disso, as coisas ainda ficaram mais difíceis com a pandemia, com folgas, demissões, perda de renda e despesas domésticas maiores, incorridas durante esse período.

Alguns agora estão em uma posição se precisam ou não de um empréstimo para pagar contas – uma situação agravada pelo fato de que as medidas de apoio da Covid-19 estão chegando ao fim.

Embora isso possa parecer muito preocupante, existem várias etapas que você pode seguir para tentar evitar o endividamento.

Aqui, damos uma olhada em como fazer um orçamento, economizar custos e gerenciar suas despesas para ajudá-lo a ficar por dentro das contas.

Faça o balanço de todas as suas despesas

Comece voltando ao básico e tendo uma compreensão real de todas as contas que você tem que pagar.

Além de listar todas as despesas mensais, não se esqueça dos custos anuais, como seguro de viagem, seguro de casa, seguro do animal de estimação, seguro de carro, seguro contra acidentes e assim por diante.

Configure um calendário para pagar todas as contas em dia, assim, evitando cobranças desnecessárias e cancele débitos automáticos em contas de assinaturas que você não utiliza mais.

Elabore um orçamento

Elabore uma planilha definindo quanto dinheiro está entrando e saindo de sua conta a cada mês e para onde exatamente ele está indo.

Portanto, analisar como você gasta e onde pode reduzir seu dinheiro pode ajudá-lo a planejar um orçamento que atenda aos custos diários. Além disso, com o orçamento você consegue economizar para investir em um fundo de emergência para se preparar para qualquer imprevisto.

Depois de elaborar seu orçamento, seja disciplinado para cumpri-lo.

Evite a tentação de gastar muito

As compras por impulso foram um dos comportamentos financeiros definidores da pandemia, à medida que as pessoas buscavam incentivos para ajudá-las a superar esse período.

Por mais tentador que seja tentar recuperar o tempo perdido realizando compras nas ruas, agora é a hora de criar bons hábitos para gastar o seu dinheiro. 

Se você encontrar algo que realmente deseja, volte por alguns dias e veja se ainda sente o mesmo em relação à compra. Reserve um tempo para considerar seu orçamento antes de comprar.

Reduza seus gastos

Antes de tudo, você pode economizar em despesas regulares, como gás, eletricidade, conta de internet e até mesmo nos gastos médicos com seu filho, procurando por gastropediatra campinas.

Embora você não possa trocar de fornecedor de água, veja se consegue economizar o seu consumo. 

Nunca renove automaticamente apólices de seguro, pois não há recompensa por fidelidade, priorize na economia do custo de sua cobertura.

Além disso, uma vantagem é trocar o seu cartão de crédito que não possui benefícios, como isenção de anuidades, pelo PicPay Card que oferece diversas vantagens, inclusive, a isenção de taxas.

Cuide da sua saúde mental

O ano passado foi muito difícil para muitas pessoas, com a tensão financeira da pandemia afetando negativamente nossa saúde mental.

Diante de tudo isso, agora é a hora de priorizar o autocuidado. Pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença.