Aluguel em São Paulo: 7 dicas para fugir dos altos preços dos imóveis

Morar na capital paulista é o sonho de muitas pessoas. No entanto, o aluguel em São Paulo muitas vezes assusta o inquilino que se depara com altos preços na hora de fechar o negócio.

Vale citar que o aluguel é uma alternativa para as pessoas que ainda não possuem fundo o suficiente para comprar um imóvel, por exemplo.

De antemão: saiba que encontrar um imóvel em conta na megalópole do Brasil não é uma tarefa fácil. Embora muitas pessoas busquem um abrigo na cidade para iniciar um novo trabalho ou usufruir das atrações, acabam desistindo em razão dos altos preços.

Pensando nisso, este artigo buscou algumas dicas e sugestões para a sua ida para a Terra da Garoa e driblar os preços do aluguel em São Paulo.

Por fim, se você deseja se aprofundar no tema e garantir de vez a sua mudança para a cidade, saiba: você está no artigo certo.

Continue conosco e boa leitura.

Antes de iniciar a busca, procure por imobiliárias que estejam de acordo com a Lei do Inquilinato

Antes de iniciar a busca, procure por imobiliárias que estejam de acordo com a Lei do Inquilinato

A Lei do Inquilinato, criada em 1991, é fundamental para garantir os direitos e deveres tanto do inquilino quanto do proprietário de um imóvel. 

Por isso, é imprescindível quando você for buscar um aluguel em São Paulo que você busque por uma imobiliária que garanta os seus direitos fundamentais.

A medida evita dores de cabeça e também pode garantir um teto de valor para o preço de um aluguel.

Outra consideração importante que deve ser levada em conta é que a lei estabelece a proporcionalidade de uma multa rescisória. 

Ou seja, se o inquilino precisa entregar o apartamento antes do prazo vigente em contrato, ele terá que arcar com uma multa proporcional ao tempo restante estabelecido no documento. 

Dessa forma, antes de considerar o aluguel em São Paulo, o planejamento é fundamental. Agora, vamos ao que interessa? Confira as melhores dicas para fugir dos altos preços.

Afinal, o que devo fazer para fugir do alto preço do aluguel em São Paulo? Confira sete dicas fundamentais.

Afinal, o que devo fazer para fugir do alto preço do aluguel em São Paulo? Confira sete dicas fundamentais.

Se você se planejar e procurar no lugar certo, saiba: é possível fugir do alto preço do aluguel em São Paulo. Muitas vezes, uma breve pesquisa na internet pode ser o motivo de desistência em detrimento dos valores que serão encontrados.

No entanto, existem outras alternativas. Acompanhe as sete dicas fundamentais.

Dica 1: Apartamentos mobiliados, uma solução para quem irá alugar pela primeira vez

De antemão, se você vai alugar um apartamento pela primeira vez terá que, inevitavelmente, buscar por mobílias e outros utensílios essenciais para o dia a dia.

No entanto, existe a opção que cobre esse tipo de despesa. Se você procura por um aluguel em São Paulo mais em conta, um apartamento mobiliado pode ser um aliado nesse momento.

Isso porque você não terá que arcar com itens que são caros para mobiliar a sua casa. Por consequência, você pode se planejar financeiramente para, em seguida, alugar um apartamento na cidade com os seus próprios móveis e eletrodomésticos.

2: Não desista de primeira: procure com afinco!

Não é uma tarefa fácil e exige paciência. No entanto, é fundamental que você pesquise. Você pode passar por diversas imobiliárias até conseguir um aluguel em São Paulo mais em conta. 

Em outras palavras, se você deseja mudar para a cidade, a dica é: não tenha pressa. Afinal, para fazer o melhor negócio você deve analisar diversos cenários.. 

3: Quanto maior o imóvel, maior o aluguel em São Paulo

Se você pretende fugir do alto preço do aluguel em São Paulo, a dica é procurar por apartamentos menores.

Isso pode ser uma boa estratégia até para que você consiga um imóvel com um preço mais em conta em um bom bairro da cidade. Por isso, se você for morar sozinho, pergunte-se: preciso de apartamento grande? Essa é uma dica de ouro.

4: Fique atento a outras contas

Alugar um apartamento não significa que você pagará apenas por ele. Em resumo: lembre-se que você arcará com conta de luz, taxa de condomínio, água, IPTU, dentre outros.

Por isso, quando buscar um lugar para morar na capital paulista faça esse planejamento. Colocar tudo na ponta do lápis é uma dica fundamental para saber se é possível arcar com os custos gerais de um aluguel em São Paulo. 

5: Dividir o aluguel com amigos é uma boa opção

Vai morar na cidade e possui amigos por lá? Eventualmente algum conhecido pode ter a solução para o seu problema e também o dele.

Proponha a divisão do aluguel. A medida garante, além de uma boa economia, boas risadas com aquele amigo que mora na cidade. 

6: Tente negociar o valor do aluguel 

Primeiramente, vale dizer que algumas imobiliárias ou proprietários costumam ser irredutíveis quando o assunto é redução de preço de aluguel em São Paulo.

No entanto, eventualmente você pode se deparar com uma situação em que o proprietário possui certa urgência em alugar o imóvel por um motivo ou outro.

Dessa forma, mesmo que você ache um apartamento barato para morar na cidade, vale a pena dar a famosa “pechinchada”. Afinal, nessa empreitada, o que você terá de mais barato serão as perguntas que fará.

7: Para evitar o alto preço do aluguel em São Paulo, cuidado com as regalias

De antemão, é o sonho de qualquer pessoa morar em um condomínio que possua piscina, churrasqueira, área de lazer e outros atrativos, não é?

No entanto, saiba que optar por alugar um apartamento com todas essas regalias vai sair caro para o seu bolso. Isso porque tais itens exigem manutenção e também uma equipe para cuidar disso no dia a dia. 

Isso influencia diretamente no valor do aluguel em São Paulo e em qualquer outra cidade do país. Por isso, se você vai dar o primeiro passo para alugar um apartamento, procure por imóveis mais modestos.

Conclusão

Agora que você já sabe como fugir do alto aluguel em São Paulo, que tal começar a planejar a sua mudança para a emblemática cidade?

Lembre-se: o planejamento e pesquisa são fundamentais para que você encontre o imóvel ideal e viável ao seu bolso.

Obrigado por continuar até aqui. Até a próxima!

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência, você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLeia mais