Mercado de trabalho pós pandemia: Saiba quais são as áreas profissionais que ganharam maior destaque

Historicamente falando, sempre que um evento de proporções globais afeta o mundo, alguns aspectos da vida na sociedade humana tendem a mudar drasticamente.

Foi assim com a Revolução Industrial, com a Revolução Francesa, com o advento da Internet e da Revolução Tecnológica e com diversos outros eventos que puderam ser sentidos por cada homem e mulher no planeta.

Entre 2019 e 2022 o mundo experimentou o gosto amargo de uma trágica pandemia que levou a vida de milhões de pessoas no mundo todo.

Além de deixar marcas impossíveis de apagar nos corações das famílias dessas vítimas, a pandemia de Covid-19 mudou também áreas como economia, mercado de trabalho, investimentos governamentais e o modo de vida das pessoas de uma forma geral.

Nesse escopo de transformações, pudemos notar que algumas profissões se destacaram e ganharam proeminência em meio ao “novo normal”.

Neste artigo falamos sobre quais profissões passaram a liderar o ranking de mais procuradas de todo o mercado de trabalho durante a pandemia, e que com isso serão protagonistas no pós-pandemia que está começando.

Preparado para conferir o guia de profissões? Então confira o artigo até o final!

Mudanças que a pandemia impôs ao mercado de trabalho

Uma das principais marcas da pandemia em relação ao mercado de trabalho foi o número absurdo de vagas de emprego sendo fechadas e pessoas perdendo os seus postos de trabalho por causa disso.

Esse aspecto fatídico da crise sanitária foi ocasionado pelo fechamento de várias economias ao redor do mundo, impostos por governantes que tentavam frear o avanço do novo coronavírus e da doença que ele causa, a Covid-19.

Muitos daqueles que continuaram trabalhando, tiveram que migrar para o trabalho remoto, também chamado de home office.

Em meio a tudo isso, a área da saúde e todo o seu entorno ganharam um destaque colossal e passaram a figurar como a área profissional mais aclamada da sociedade.

Com isso, basicamente a pandemia turbinou alguns setores da economia, com destaque para a saúde, e impactou todos os outros impondo algumas modificações no modus operandi antes praticado.

Além disso, vale a pena lembrar que por causa do alto número de demissões, houve também um “boom” no surgimento de novas empresas.

São indivíduos que estavam desempregados e decidiram abrir um negócio próprio, e regularizá-lo logo em seguida.

Áreas profissionais mais destacadas pela crise sanitária

Como foi dito no tópico anterior, a pandemia destacou alguns setores do mercado de trabalho em meio a tanto caos.

Absolutamente todas as profissões e áreas profissionais sofrem e necessitaram mudar de alguma forma para encarar a crise e os novos tempos que se seguiram.

Porém, na lista abaixo abordamos quatro áreas profissionais que foram “enaltecidas” durante a pandemia e ganharam bastante força, indicando uma crescente necessidade de mão de obra mesmo no pós-pandemia.

Continue lendo!

Saúde

Todos puderam ver através dos noticiários o papel de heróis que médicos, enfermeiros e outros profissionais ganharam, sendo merecidamente responsabilizados por salvar vidas.

Mas além da necessidade imediata que a pandemia trouxe, podemos destacar o aumento nos postos de trabalho relacionados à área da saúde.

Acontece que governantes viram a necessidade de equipar melhor a saúde de estados, municípios e órgãos federais. Além disso, empreendedores viram a oportunidade para investir em clínicas e hospitais particulares.

Mas além dos profissionais médicos e seu entorno, a pandemia fez crescer o número de vagas para profissionais de áreas adjacentes à saúde e de apoio a esta.

Veja algumas profissões que entram na área da saúde e estão provocando o aparecimento de muitas vagas ultimamente: 

  • Médicos e clínicos gerais;
  • Médicos especialistas em algumas áreas (saúde mental, doenças respiratórias, cardiologistas e outras);
  • Enfermeiros;
  • Técnicos em enfermagem;
  • Profissionais de apoio e atendimento em estabelecimentos de saúde (balconistas, atendentes e auxiliares);
  • Profissionais de apoio logístico (motoristas de ambulância, maqueiros, socorristas e etc);
  • Farmacêuticos;
  • Atendentes de farmácia;
  • Dentre outros.

Tecnologia

Muitos postos de trabalho tiveram que se adaptar ao modelo home office durante a pandemia, o que por si só já demandou a atuação de vários tipos de profissionais de tecnologia para essa implementação.

Entretanto, esse não foi um movimento pontual. A pandemia abriu os olhos de muitos empreendedores que viram no aumento do tráfego virtual, ocorrido pelo isolamento social que a pandemia impôs, uma chance de capturar clientes.

Além disso, muitas empresas e profissionais que permaneceram no mercado de trabalho se viram obrigados a além do home office, mudando permanentemente a forma de trabalho.

Hoje em dia há uma demanda gritante por softwares, sites, aplicativos e dispositivos capazes de fornecer qualidade para o trabalho remoto e as atividades profissionais que têm como base o mundo virtual.

Além disso, há um crescimento de profissões que são naturalmente virtuais, também causado pelo aumento da importância dos ambientes virtuais.

Por isso, esses profissionais são cada dia mais requisitados:

  • Analistas de segurança digital;
  • Analistas de T.I;
  • Analistas de suporte e Service Desk;
  • Desenvolvedores;
  • Programadores;
  • Especialistas em serviços de armazenamento em nuvem;
  • Analistas de Data Science;
  • Técnicos de informática;
  • Web Designers;
  • Criadores de conteúdo (redatores, designers, videomakers e etc);
  • Especialistas em Marketing Digital;
  • Dentre outros.

Logística

Durante o isolamento imposto como medida para conter o coronavírus, as pessoas tiveram que ficar em casa e pedir os produtos que precisavam via serviço de Delivery.

Além disso, muitas lojas físicas fecharam as portas, obrigando os consumidores a fazerem compras em serviços de e-commerce.

Tudo isso promoveu um crescimento no setor de logística, que é o responsável por entregas e tráfego de mercadorias, sobretudo no tocante às lojas virtuais que só podem entregar os seus produtos por meio dos correios e de transportadoras, por exemplo.

Houve um crescimento expressivo de postos de trabalho em empresas do setor logístico, como transportadoras e aquelas especializadas na estocagem e manejo de mercadorias, e esse crescimento não parece ser passageiro.

Construção Civil

Pode até não parecer, mas o setor da construção civil ganhou grande destaque durante a pandemia. Essa lógica com certeza se estende ao pós-pandemia e os números de alta nos postos de trabalho do setor já demonstram isso.

Em 2021 tivemos um aumento de 9,7% no PIB brasileiro, segundo o IBGE.

Isso se dá, de acordo com alguns especialistas que, por ficar mais tempo dentro de casa, muitas pessoas começaram a notar problemas em suas residências. O reparo dessas falhas, por sua vez, demanda uma mão de obra especializada.

Por outro lado, a pandemia evidenciou a necessidade de se ter a segurança de um lar. Esse apelo levou diversas famílias a se planejarem para a realização da compra de uma casa própria.

Com isso, a demanda por novas unidades de casas e apartamentos, juntamente com um aumento nos incentivos governamentais a programas como o Casa Verde e Amarela, do Governo Federal, turbinaram construtoras e empresas do setor que agora, nopós-pandemia, estão contratando mais que demitindo.

Conclusão

Este artigo trouxe um verdadeiro guia de profissões e áreas do mercado de trabalho que se tornaram as “estrelas do show” durante a pandemia, e também a partir do pós-pandemia que está se iniciando.

Durante o texto constam informações sobre os rumos ditados pela crise sanitária também na vida profissional das pessoas.

Mercado de trabalho pós pandemia